Corpo de Angela Maria é velado em SP e famosos lamentam morte

Ela morreu na noite deste sábado aos 89 anos em São Paulo

Avalie a matéria:
|

Ela morreu na noite de sábado (29), aos 89 anos, no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, onde estava internada havia 34 dias.

Artistas e outras personalidades lamentaram a morte de Angela Maria, cantora considerada uma das rainhas do rádio no Brasil.

Toda a sua existência foi dedicada ao ofício de cantar. Perdemos a maior cantora do Brasil, de todos os tempos.

Obrigada, Angela Maria, por você ter existido.

Descanse em paz.

Sua amiga e fã (Alcione)"

Rodrigo Faour, jornalista e autor da biografia de Angela, "A eterna cantora do Brasil", no Facebook: "E hoje partiu aquela que foi uma das mais importantes e influentes cantoras do Brasil de todos os tempos. A Sapoti, Angela Maria, aos 89 anos, que teve uma carreira das mais longevas de nossa história musical, sem nunca se ausentar. Sempre no palco e gravando, de 1951 até hoje. O público foi sendo cativado por sua voz quente, potente e afinada, que tinha efeito "Abra-te, Sésamo". A cada vez que abria a boca para cantar, mais uma porta se abria, mais fãs fazia e novas oportunidades profissionais se apresentavam.

Fátima Bernardes, apresentadora, no Instagram: "Angela Maria se foi. Que orgulho ter conhecido a Angela ainda nos tempos do jornal 'O Globo' e de, anos depois, recebê-la no 'Encontro com Fátima'. Que obra linda ela deixou pra nós!"

Natural de Conceição de Macabu, município do Estado do Rio de Janeiro, Angela, de 89 anos, estava internada há 34 dias em São Paulo.

Ao longo da carreira, Sapoti – como era conhecida – foi eleita rainha do radio em 1954 e fez sucesso com canções como "Não tenho você", "Babalu", "Cinderela", "Moça bonita", "A noite e a despedida", "Lábios de mel", "Falhaste coração", "Gente humilde", entre outras.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES