Alimento comum em casa danifica o cérebro e favorece Alzheimer, diz estudo

A pesquisa foi conduzida pelo Fred Hutchinson Cancer Research Center nos Estados Unidos

Avalie a matéria:
Mulher idosa | Reprodução/Internet

Segundo uma pesquisa conduzida pelo Fred Hutchinson Cancer Research Center nos Estados Unidos, o consumo habitual de açúcar pode elevar o risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer. Esse efeito é principalmente atribuído à resistência à insulina, que surge como resultado do consumo excessivo de açúcar. Os resultados deste estudo foram divulgados na revista científica PLOS Biology.

O QUE É A RESISTÊNCIA À INSULINA? 

É uma condição na qual o corpo produz insulina, porém não consegue utilizá-la de forma eficaz. A insulina desempenha um papel crucial na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Quando o corpo não responde adequadamente a essa molécula, o açúcar permanece na corrente sanguínea, resultando em níveis elevados de glicose no sangue.

RELAÇÃO ENTRE ALZHEIMER E INSULINA

O estudo, que utilizou moscas da fruta devido à sua semelhança com humanos, sugere que a resistência à insulina no cérebro pode prejudicar a capacidade de remover detritos neurais, que se acumulam no cérebro e aumentam o risco de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer. De acordo com a pesquisa, uma dieta rica em açúcar resultou na redução dos níveis de PI3k nas células gliais, indicando a presença de resistência à insulina.

"Mroj Alassaf, principal autor do estudo, afirmou: 'Ao utilizar moscas da fruta, os pesquisadores demonstraram que dietas ricas em açúcar induzem resistência à insulina na glia, interferindo em sua capacidade de limpar detritos neurais. Este estudo oferece insights sobre como dietas obesogênicas podem potencialmente aumentar o risco de doenças neurodegenerativas.'"

Os pesquisadores esperam que as conclusões deste estudo possam contribuir para o desenvolvimento de terapias destinadas a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas.

PERIGOS DO CONSUMO DESCONTROLADO DE AÇÚCAR

O consumo excessivo de açúcar tem sido associado não apenas à resistência à insulina, mas também a várias outras condições de saúde, como obesidade, doenças cardíacas, diabetes tipo 2, certos tipos de câncer e, evidentemente, doenças neurodegenerativas. Embora mais pesquisas sejam necessárias para aprofundar nossa compreensão do papel exato do consumo de açúcar na saúde neurodegenerativa, a mensagem é clara: é essencial moderar o consumo de açúcar para preservar a saúde.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES