Conheça os sintomas deste câncer que é mais comum entre jovens

Essa doença impacta predominantemente homens na faixa etária entre 15 e 35 anos

O câncer de testículos é mais comum ente jovens | Marcelo Camargo/Agência Brasil
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Estamos no Abril Lilás, dedicado à conscientização sobre o câncer de testículo, uma doença que impacta predominantemente homens na faixa etária entre 15 e 35 anos. Embora seja considerada uma condição rara, registrando menos de 150 mil casos por ano no Brasil, é crucial disseminar conhecimento acerca dos sinais e sintomas para promover um diagnóstico precoce e um tratamento efetivo.

AFETA MAIS OS JOVENS. Conforme apontado pelo médico uro-oncologista André Berger, ao contrário de outros tipos de tumores urológicos que geralmente se manifestam com o envelhecimento, o câncer de testículo tem uma predileção por afetar os jovens, o que o torna ainda mais significativo em termos de impacto. 

"Não há uma causa definida, mas podemos elencar fatores de risco que incluem história familiar de câncer testicular, criptorquidia (testículo não descido), radiação por tratamento ou por ocupação e algumas condições genéticas, como síndrome de Klinefelter", explica o uro-oncologista, em entrevista ao Terra.

QUAIS OS SINTOMAS? Eles podem variar consideravelmente de pessoa para pessoa, e é possível que alguns homens não apresentem sinais da doença em seus estágios iniciais. Contudo, quando os sintomas se manifestam, podem incluir presença de um caroço ou inchaço em um dos testículos, mesmo sem dor aparente; alterações na textura dos testículos, como aumento da firmeza ou irregularidades; sensação de desconforto na região inferior do abdômen ou nas costas; sintomas mais gerais, como fraqueza, tosse e falta de ar.

PROCURE UM MÉDICO. É crucial ressaltar que outras condições médicas, como infecções ou lesões, também podem apresentar sintomas semelhantes aos do câncer testicular. Portanto, ao observar qualquer um desses sinais, é fundamental procurar a orientação de um médico para receber um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento necessário.

Diagnóstico e significado do autoexame

O especialista em uro-oncologia ressalta a importância crucial do autoexame na identificação precoce do câncer de testículo. "Realizar o autoexame regularmente é fundamental para detectar possíveis irregularidades em estágios iniciais. Embora não haja uma recomendação universal sobre a frequência do autoexame, o ideal é fazê-lo mensalmente", afirma o médico.

Durante o procedimento, os homens devem estar atentos a quaisquer alterações no tamanho, forma ou textura dos testículos, bem como a presença de caroços, inchaços ou desconforto.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES