Cinthia Lages

Notícias Direto de Brasília

TJ acata resolução e escolherá mais uma mulher para vaga de desembargadora

A juiza Jucicleide Belo, que já figurou em lista tríplice do Tribunal será escolhida

FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Com  35 anos de magistratura, a juíza Lucicleide Pereira Belo deverá ser a próxima desembargadora do Piauí. A escolha será feita em atendimento à Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que determina que a vaga aberta em 2024 deve ser ocupada exclusivamente por mulheres. Decisão do Tribunal de Justiça criou duas novas vagas para o cargo, sendo uma delas, da Magistratura. Na última terça-feira,2, quatro novos desembargadores foram empossados em vagas abertas em 2023, portanto, antes da Resolução.

A magistrada já figurou em uma lista tríplice, em 2023, tendo sido a segunda mais votada. Na eleição, o juiz João Gabriel, primeiro da lista, foi escolhido para ocupar o cargo vago em razão da aposentadoria de Othon Alencar. Terceiro na lista, o juiz José Vidal ficou com uma das 4 vagas abertas ano passado.

Com 119 anos de criação, o Tribunal de Justiça do Piauí teve apenas mulheres ocupando o cargo mais alto da magistratura estadual: Rosimar Leite e Eulália Pinheiro. Com a aposentadoria desta última, em agosto de 2023, o TJ passou a ter a composição 100% compondo com o Amapá, a lista dos dois únicos estados brasileiros sem presença feminina nas Cortes da Justiça Estadual. Em todo o país, números do passado apontam que dos 1659 desembargadores, apenas 349 eram mulheres

Lucicleide Belo será escolhida pelo critério de merecimento, o mesmo da lista tríplice em que ocupou a segunda posição. Além dela, a nova desembargadora da Justiça piauiense é a juíza Maria do Rosário de Fátima Martins Leite Dias (foto) 

Quem é 

A juíza Lucicleide Pereira Belo possui graduação em Direito pela Universidade Federal do Piauí – UFPI, especialização em Direito Processual pela UFPI e Direito Processual Civil pelo Instituto Camilo Filho e MBA em Gestão Judiciária pela Fundação Getúlio Vargas e mestra em Direito e Gestão de Conflitos pela Universidade de Fortaleza - UNIFOR.

Magistrada do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, titular na 8ª Vara Cível, é também coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC); Juíza Eleitoral da 97ª Zona Eleitoral do Estado do Piauí e Juíza Presidente da Terceira Turma Recursal Cível, Criminal e de Direito Público do Estado do Piauí; Formadora de Formadores da ENFAM - Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados. Professora selecionada da Escola Judiciária do Estado do Piauí.

Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Mediação e Conciliação Judicial e Direito Processual Civil. É professora convidada da pós-graduação de Mediação em Conflito da Estácio Teresina.

Fonte: Serviço de Imprensa e Comunicação Social - IMCOS/TRE-PI

 



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES