Rany Veloso

Coluna da jornalista Rany Veloso, direto de Brasília

Lista de Colunas

Interventor dá indício de policiais em atos golpistas: “homens com táticas”

A informação foi repassada a Ricardo Capelli por um sargento ferido que estava atuando na repressão dos atos do dia 8

Avalie a matéria:
|

Por Rany Veloso

Durante visita ao 6º Batalhão da Polícia Militar, em Brasíia, Ricardo Capelli, o interventor federal na Segurança do Distrito Federal, deu novas informações sobre as investigações dos atos antidemocráticos. De acordo com ele, um sargento e outro oficial que estavam no campo afirmaram a ele e em depoimento à Polícia Federal que dentre os vândalos que invadiram as sedes dos três poderes havia policiais e pessoas que conheciam bem a área. 

"Ele [policial] declarou: - Secretário, nós não estávamos enfrentando apenas manifestantes. Ele [policia] falou: - Existiam homens no campo de batalha com conhecimento do terreno, com conhecimento de táticas de combate, com características profissionais, eram homens profissionais que estavam no meio dos manifestantes, esse é um depoimento para nós muito valioso e que a gente está apurando", explica Capelli.

Ainda segundo o interventor, dentre os invasores estavam pessoas que tinham conhecimento da planta tanto na Câmara quanto no Palácio do Planalto. 

Capelli ressaltou que são denúncias graves e acredita nos policiais. Ele argumentou que os PMs sabem diferenciar manifestantes. "Isso é grave", afirmou.

Sobre a atuação do Exército, o interventor elogiou o trabalho da Força no dia 09, quando desocuparam o acampamento Bolsonarista. "Aquele QG funcionava como uma incubadora de planos contra a democracia brasileira", disparou.

Veja Também
As opiniões aqui contidas não expressam a opinião no Grupo Meio.


Tópicos
SEÇÕES