Wellington Dias volta a ser alvo de 'fogo amigo': MDS e Diretório em voga

O MDS é o 'coração' do Governo Federal e é cobiçado por atuais aliados de Lula, como também por grupos políticos do Centrão que podem vir a compor com o Governo Federal.

Avalie a matéria:

Ministro do Desenvolvimento Social, o senador licenciado Wellington Dias (PT) volta a ser alvo de especulações envolvendo uma possível reforma ministerial, especialmente pela tendência de aprovação de Flávio Dino ao Supremo Tribunal Federal, o que abriria uma vaga na equipe de Lula, com a possibilidade da atual presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffman, assumir a pasta da Justiça, assim, o líder do MDS tem sido apontado como um dos possíveis substitutos da deputada federal no comando nacional da legenda, nesta configuração, ele deixaria o Ministério. 

Outros nomes apontados para o lugar de Gleisi, caso ela realmente assuma um Ministério são: Márcio Macedo (Secretaria-Geral); Luiz Marinho (Trabalho); o deputado federal José Guimarães (PT-CE) e prefeito de Araraquara, Edinho Silva.

Leia Mais

No entanto, o movimento tem sido lido por fontes próximas ao ministro piauiense como mais uma tentativa de enfraquecer o seu nome perante o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mobilizar a opinião pública. O MDS é o 'coração' do Governo Federal e é cobiçado por atuais aliados de Lula, como também por grupos políticos do Centrão que podem vir a compor com o Governo Federal. 

Wellington Dias é o ministro do Desenvolvimento Social de Lula (Foto: Ricardo Stuckert)Há cerca de quatro meses uma ação similar foi vista, sendo debelada  somente após uma entrevista exclusiva do presidente Lula ao MeioNorte, na ocasião, o chefe do Palácio do Planalto assegurou que Wellington Dias permaneceria no comando da pasta.

Veja Também
As opiniões aqui contidas não expressam a opinião no Grupo Meio.


Tópicos
SEÇÕES