Memória

Coluna sobre fatos históricos, acontecimentos e pessoas que marcaram a história da humanidade

Presidente dos Estados Unidos chega disfarçado para tomar posse

A nação estava dividida por causa da expansão escravagista e os direitos dos proprietários de escravos

Avalie a matéria:

Temendo ser reconhecido, chegou à posse de maneira secreta, escondido, disfarçado, coberto por um nunca visto esquema de segurança, para tomar posse na Presidência de seu país. Tudo tinha razão de ser. Havia um alerta sobre um suposto atentado contra o Presidente em Baltimore.

A nação estava dividida por causa da expansão escravagista e os direitos dos proprietários de escravos. Lincoln articulou o fim da escravidão nos Estados Unidos. E, assim, era alvo da ira de fazendeiros contrários à libertação dos escravos.

Como Presidente, em 1863, Lincoln anunciou a Lei de Emancipação, que determinou a abolição dos escravos nos Estados Unidos.

Presidente dos Estados Unidos chega disfarçado para tomar posse - Imagem: Reprodução

Visando enfraquecer mais ainda os sulistas e garantir mais popularidade, Lincoln decretou, em 1º de janeiro de 1863, a Lei de Emancipação dos Escravos. A vitória dos nortistas em 1865 selou a abolição do trabalho escravo nos Estados Unidos, quando foi promulgada a Décima Terceira. 

Tudo isso só fez aumentar o ódio dos proprietários rurais. Na verdade, essa preocupação com a segurança e as notícias sobre ameaças de morte ao Presidente, seriam um mau prenúncio, pois Abraham Lincoln seria assassinado.

Abraham Lincoln foi o 16º presidente dos Estados Unidos. Seu governo ficou marcado pela Guerra Civil Americana, conflito entre os estados do norte e sul dos Estados Unidos em virtude da questão da expansão da escravidão. Proclamou a abolição do trabalho escravo em seu país e foi assassinado em 1865 por um ex-confederado.

ASSASSINADO NO TEATRO

No dia 14 de abril de 1865, o presidente norte-americano assistia a uma peça de teatro em Washington, quando sua cabine foi invadida por um homem, que atirou na cabeça do presidente. Abraham Lincoln faleceu no dia seguinte, 15 de abril, em razão dos ferimentos causados pela bala.

O assassino do presidente norte-americano foi John Wilkes Booth, um ator e defensor dos confederados que chegou a atuar como espião durante a guerra. Em 1864, ele tinha concebido um plano para sequestrar o presidente, mas o plano foi abandonado. Em 1865, ele fez parte de uma conspiração para matar Lincoln e obteve sucesso.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES