Filho de Gal Costa diz que foi envenenado por madrasta até perder a consciência

Gabriel alega ter sido envenenado por Wilma Petrillo por meio do uso de medicamentos controlados, além de sofrer ameaças da viúva de Gal Costa

Filho de Gal Costa diz que foi enveneado por madrasta até perder a consciência | Eduardo Martins/Araujo/AgNews
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A briga entre o filho de Gal Costa e sua viúva ganhou mais um capítulo conturbado. Segundo revelado pelo colunista Gabriel Perline, do portal IG, o jovem alega ter sido envenenado por Wilma Petrillo por meio do uso de medicamentos controlados, além de sofrer ameaças da mesma.

Perline teve acesso ao processo completo movido por Gabriel contra a ex-empresária da mãe. Na ação protocolada no dia 31 de janeiro, o filho da cantora diz que o uso abusivo dos medicamentos manipulados por Wilma, fez com que ele perdesse o poder de cognição e realidade. 

Ele afirma ainda que foi obrigado a assinar documentos e a escrever uma carta a mão, nela o jovem dava a ex-companheira de Gal vantagens sobre sua herança. Na carta, Gabriel destaca que Gal mantinha um relacionamento estável com Wilma e que a considerava como uma mãe.

“Eu, Gabriel Penna Burgos Costa, brasileiro, maior, solteiro, portador de cédula de identidade XXX, inscrito no CPF/MF sob o n. XXX, residente e domiciliado nesta capital, na Rua XXX, declaro que Wilma Teodoro Petrillo e Gal Maria da Graça Penna Burgos Costa constituíram relacionamento contínuo, duradouro e público, como se casadas fossem, não havendo, de minha parte, nenhuma objeção quanto ao reconhecimento de referida união. Por oportuno, reitero minha declaração emitida nos autos do processo n. XXX, em que expressamente informei conviver com ambas, desde que era pequeno, considerando como se minhas mães fossem", diz um dos trechos divulgados pelo colunista. 

Ainda de acordo com o divulgado pela coluna, Gabriel pede a anulação da declaração já que foi escrita no período em que estava “envenenado”. No processo estão anexados comprovantes de ida ao hospital, consultas médicas e conversas conflituosas com Wilma.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES