Saiba quais foram as maiores Lives musicais realizadas na internet

A Tubelab, empresa especializada em marketing de influência nas redes sociais, fez um levantamento das maiores Lives do mundo da música realizadas no Brasil

Avalie a matéria:
Artistas | Divulgação

Com a pandemia do novo coronavírus (covid-19) e o confinamento necessário para conter o avanço do vírus, todos os shows e eventos públicos foram cancelados, levando artistas e profissionais do entretenimento a procurar outros meios de chegar ao público.

Fred Furtado, CEO da Tubelab, empresa de marketing de influência especializada em promover campanhas para as redes sociais, aponta que a solução encontrada por este segmento da cultura foi investir nas transmissões ao vivo pela internet, conhecidas como ‘lives’: “hoje as redes sociais e as plataformas digitais são os melhores meios para divulgação que existe. Nós temos conectado criadores de conteúdo a grandes marcas com bastante sucesso e resultados para nossos clientes, e isso só mostra o poder e o alcance destas plataformas e deste tipo de influenciadores digitais em dialogar com o público.”

Grandes eventos online

Embora gratuitos para a população, as Lives atraíram a atenção de grandes patrocinadores, que investiram nas apresentações online de nomes da música: “o que se viu foram desde produções mais intimistas até grandes produções com banda e estrutura de show mesmo. As produtoras e os artistas precisaram se reinventar para continuar indo onde o público está, e devido à pandemia, quase todos estavam em casa.”  

Além da música

Nestes eventos online, além da música a solidariedade teve destaque especial com a arrecadação de grandes somas em dinheiro e alimentos para ajudar instituições de caridade e também unir forças para combater o coronavírus: “o Brasil foi campeão e diria pioneiro nestas iniciativas. Antes de boa parte dos artistas internacionais atentarem para a arrecadação de fundos nas transmissões ao vivo, nossos artistas já estavam fazendo isto e com grande êxito.”

Outra coisa que chamou atenção também durante as Lives foram as polêmicas: “houveram momentos que variaram desde os de gosto duvidoso até os divertidos, com os cantores abrindo a intimidade para o público, se permitindo quebrar totalmente o protocolo, falar da vida pessoal e até mesmo beber um pouco além da medida (risos). A bebedeira foi uma atração à parte. Concordando ou não com o abuso de álcool de alguns artistas, o conjunto da obra também agradou boa parte do público que pôde ver o lado humano do artista, fora dos palcos e de todo o glamour.”

Maiores lives e arrecadações do Brasil

A Tubelab elaborou uma lista com os maiores eventos musicais do país e sua respectiva arrecadação de fundos e mantimentos. Artistas de sertanejo e do pagode lideram a lista. Confira:

Sertanejo

Marília Mendonça - 73 milhões de views (2 lives) + 100 toneladas de alimentos + R$ 422 mil reais.

Bruno e Marrone - 41 milhões de views (2 lives) + 130 toneladas + R$ 390 mil reais.

Jorge e Matheus - 47 milhões de views (2 lives) + 216 toneladas 

Gusttavo Lima - 46 milhões de views (2 lives) + 1.000 toneladas de alimentos + R$ 500 mil reais.

Zé Neto e Cristiano - 35 milhões de views (2 lives) + 20 toneladas de alimentos

Amigos - 15 milhões de views + R$ 1,7 milhões em doações.

Pop nacional

Sandy Junior - 18 milhões de views + 1.000 toneladas de alimentos.

Wesley Safadão - 15 milhões de views (última live).

Alok - 12 milhões de views.

Ivete Sangalo – 2.3 milhões de visualizações.

Anitta – 1.5 milhões de visualizações + 1 milhão de reais

Ludmilla - 400 mil visualizações.

Pagode

Jeito Moleque - 1,4 milhões de views

Thiaguinho - 9.2 milhões de views

Ferrugem - 8 milhões de views (2 lives)

Péricles - 13,7 milhões de views (2 lives)

Turma do Pagode - 6,9 milhões de views (2 lives)

Pixote - 9,7 milhões de views (2 lives)



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES