4 doenças infecciosas que podem virar epidemias devido enchentes no RS

As inundações no Rio Grande do Sul podem provocar um aumento nos casos de algumas doenças

Avalie a matéria:
Pessoas sendo resgatadas de inundações no RS | Camila Domingues/Palácio Piratini
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

As inundações no Rio Grande do Sul podem provocar um aumento nos casos de doenças como leptospirose, tétano, hepatite A e outras enfermidades gastrointestinais. A combinação de águas contaminadas, a aglomeração de pessoas em abrigos temporários da Defesa Civil e a interrupção dos serviços de saúde pode propiciar a propagação dessas doenças, segundo levantamento do Catraca Livre.

Leptospirose

A leptospirose, causada pela bactéria leptospira presente na urina de roedores, é uma doença infecciosa geralmente contraída pelo contato com água ou solo contaminados. A transmissão ocorre quando a bactéria penetra no corpo através de lesões na pele, submersão prolongada em água contaminada ou ingestão de água poluída. O contato com lama também pode transmiti-la, exigindo o uso de botas e luvas durante a limpeza das residências e a precaução para manter mãos e pés secos.

Hepatite A

Outra doença que pode surgir é a hepatite A, transmitida principalmente por alimentos contaminados. Recomenda-se evitar o consumo de alimentos que entraram em contato com a água das inundações, incluindo alimentos embalados, enlatados, frutas, legumes e verduras.

Portanto, é crucial que as pessoas feridas durante as inundações recebam cuidados médicos imediatos para limpar e tratar suas feridas adequadamente. Além disso, as autoridades de saúde pública devem garantir a disponibilidade e administração de vacinas contra o tétano em áreas propensas a inundações, a fim de prevenir surtos da doença.

Tétano

Durante as inundações, ferimentos na pele, como cortes ou arranhões, podem facilitar a entrada da bactéria do tétano, Clostridium tetani. Esta bactéria pode ser encontrada em diversos objetos e no solo contaminado, especialmente em áreas com fezes de animais. A contaminação do solo pode desencadear a multiplicação da bactéria em feridas abertas, resultando em espasmos musculares graves e, em casos extremos, fatais. A vacinação contra o tétano é essencial, porém, durante inundações, onde os serviços médicos podem ser limitados, o risco de contrair a doença aumenta.

Diarreia e outras doenças gastrointestinais

A contaminação da água potável e dos alimentos pode levar a surtos de doenças gastrointestinais, como gastroenterite viral, bacteriana ou parasitária. Isso é especialmente preocupante em abrigos superlotados, onde as condições de higiene podem ser precárias. Além disso, as inundações podem causar lesões físicas, traumas psicológicos e problemas de saúde mental devido ao estresse e à perda de propriedades.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES