André Moura

Entretenimento, bastidores, vibes e famosidades

Exclusivo Sheila Mello: ''Não sou amiga da Scheila Carvalho que nem eu sou do Jacaré''

A ex-dançarina do grupo 'É o Tchan' concedeu entrevista exclusiva para a coluna em sua clínica 'Estar Depil'

Avalie a matéria:
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Sheila Mello abriu as portas de sua clínica de estética ''Estar Depil'' para o titular deste coluna. Em entrevista exclusiva, a ex-dançarina relembrou o concurso que a coroou a nova loira do 'É o Tchan'' em agosto de 1998. 

Ela também abriu o jogo sobre a relação com os ex-colegas de palco Scheila Carvalho e Jacaré e também Carla Perez, que ocupava o posto no grupo antes de sua entrada. 

Aos 45 anos, a mãe de Brenda também falou sobre maternidade, destacou a importância da dança na sua vida e revelou se ficou milionária nos áureos tempos da fama. Confira abaixo: 

CONCURSO DA NOVA LOIRA

''Essa passagem foi o grande divisor de águas na minha vida, não só material, mas também o caminho que peguei como crescimento pessoal, as minhas realizações. Eu tenho muito orgulho da maneira que eu construí. Eu fiz tudo direitinho, acertei mais do que errei''.

''Podem ter tido meninas que fossem mais bonitas, que dançavam mais que eu, porém, mais apaixonada pela dança do que eu não tinha''. 

Sheila Mello mostra a roupa que usou no concurso da nova loira do É o Tchan, em 1998 Foto: André Moura 

IMPORTÂNCIA DA DANÇA  

''A dança é minha grande parceira, ela é minha grande companhia. A dança de alguma forma sempre foi meu super poder. Quando eu era pequenininha eu era muito introspectiva, não tinha coragem de olhar nos olhos das pessoas, era muito difícil essa conexão social e a dança me levou nesse lugar de enfrentamento. Eu comecei a trabalhar por causa da dança quando eu tinha 12 anos.

''Comecei a trabalhar na academia e lá eu era office-girl, faxineira, secretária. Esse foi o segundo momento importante que a dança me levou. E vem a grande passagem, o grande divisor de águas na minha vida que foi o ‘É o Tchan’.''

NUNCA QUIS SER FAMOSA

''Eu queria três coisas quando eu era criança: saber dirigir, falar inglês e ser reconhecida com a dança. Não tinha nada a ver com a fama''. 

PROCEDIMENTOS

''Nas férias do 'É o Tchan' eu não viajava, eu queria fazer os meus procedimentos. Tínhamos 14 dias de férias e era a única data no ano queeu fazia alguma coisa. Passei anos sem viajar por causa dos procedimentos''. 

''Eu lembro da frase de uma menina que disse ‘ela é tão bonita, mas não tem cintura’ e por isso coloquei a prótese e fiz a lipoescultura''. 

Sheila Mello na sua clínica de estética ''Estar Depil'', em São Paulo Foto: André Moura 

SOFREU PRESSÃO 

''Teve a pressão de ficar no lugar da Carla e estar ao lado da Carvalho, que ganhou os títulos de mulher mais sexy do Brasil. Começou a ter uma pressão, mas era um tipo de pressão construtiva porque a Carvalho e Jacaré já malhavam. Foi junto com a geração saúde, não foi uma coisa de neurose indo para um lugar ruim. Eu tenho esse estilo de vida e não foi um problema para mim''

SCHEILA CARVALHO

''Eu não sou amiga da Scheila Carvalho que nem eu sou amiga do Jacaré nesse nível de cumplicidade. Eu não tive esse encontro com a Carvalho nesse lugar de ter um problema e ligar para ela e com o Jacaré eu tenho. 

''Com a Carvalho não é só profissional, é um lugar de admiração.  Por mais que a gente não tenha essa amizade de uma acessar a outra no âmbito pessoal quando eu olho para a Carvalho eu tenho consciência de que parte da minha história é por causa dela''. 

JACARÉ

''Eu não tenho pudor em falar que tirando os meus irmãos, o Jacaré é o meu melhor amigo. A gente precisa de uma orientação e foi bom eu ter buscado essa orientação do Jacaré porque ele nunca foi afetado com a fama. Ele me ajudou muito a ter os pés no chão. Ele é muito autêntico e sempre esteve em um lugar sagrado para mim''.

CARLA PEREZ

''Eu nunca quis copiar ninguém e eu escrevi uma carta para a Carla. Eu nunca quis ocupar o lugar dela. Ela, a Débora e o Jacaré pegaram um facão e foram desbravando um lugar para a dança nunca visto no Brasil onde a dança ganha lugar de protagonismo''

''Eu não tive esse prazer de conviver tanto com ela porque quando eu entrei ela já saiu e foi só nos programas de televisão que nós nos víamos''. 

Ex-dançarina e empresária Sheila Mello 

ESTAR DEPIL

''Eu precisava abrir um empreendimento meu e só podia ser na área da beleza e teria que ser alguma coisa que me desse prazer e orgulho em falar para as pessoas e assim nasceu a Estar Depil, um lugar que eu acredito nos tratamentos pois eu faço esses tratamentos. O nosso propósito é cuidar das pessoas e eu fui trazendo experiências da minha jornada que sempre me fizeram sentir especial e eu quero que as pessoas sintam isso também. Eu fui construindo esses lugares que fazem sentido para mim tanto na parte de compartilhar um pouco da minha jornada quanto a parte dos meus cuidados. Eu quero que a pessoa se sinta bem na própria pele''. 

FICOU MILIONÁRIA?

''Comparada ao que eu tinha era muita grana, mas não era um milésimo do que as pessoas sempre achavam. Nós erámos dançarinas e tínhamos cachês por shows.''

TESTE DO SOFÁ 

''Minha autoestima não era tão boa quanto eu achava. Eu tinha uma crença que as pessoas desses concursos na televisão rolavam teste do sofá e eu não toparia. Eu não fui com a cabeça para ganhar porque eu sabia que eu não faria o teste do sofá''. 

PASSADO É PASSADO

''Eu não mexeria em nada. Uma das coisas que eu fico analisando é que qualquer peça que eu tenha mexido poderia me tirar a Brenda. Não faz sentido eu pensar em voltar no tempo sem ter minha filha que hoje é a pessoa mais importante da minha vida. Tudo foi vivido, foi encerrado, eu fechei ciclos e vamos viver o presente. Eu gosto de  viver o presente''. 

Sheila Mello concedeu entrevista para André Moura 

CARREIRA DE ATRIZ

''É uma passagem que eu tenho muito carinho. Quando eu deixei o ‘É o Tchan’ já tinha convites para atuar em peças e procurei fazer bem feito. Fiz formação no Célia Helena e então ganhei o mundo porque além de histórias incríveis que eu pude viver e conheci pessoas incríveis. Muitas risadas que a gente conseguiu compartilhar com as pessoas porque eu fiz bastante comédia''. 

BRENDA

''Os maiores desafios da minha vida são com a maternidade. Eu perdi minha mãe tem pouco tempo e o ponto que me segurou foi olhar para a Brenda e ela faz sentido em cada propósito na minha vida. Minha filha é minha ponte'. Eu me sinto muito realizada em ser mãe. É o meu papel longe de ser o mais fácil, é  o que mais me preenche. Não penso em ter outro filho, mas coloco em pauta uma adoção. Não é o momento agora porque viajo e trabalho muito''. 

30 ANOS DO É O TCHAN

''Quando eu encontro essas pessoas que fizeram parte da minha vida, que fizeram parte da minha história com esse sucesso tremendo eu fico muito orgulhosa de serem pessoas que fizeram escolhas boas'Eu nunca parei de fazer esses trabalhos pontuais eles. Eu sempre tive essas participações. Eu fiquei muito feliz desse encontro ser com todos juntos. A gente chorava muito nesses. encontros de 30 anos do ‘É o Tchan’. Poder reviver é uma parte especial para todos.'' 



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES