Exclusivo Aneel libera instalação de novas unidades eólicas e solares no Piauí

De acordo com os dados fornecidos pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Piauí já possui 158 usinas de geração de energia instaladas, com uma capacidade total de 5.463 MW de potência.

Avalie a matéria:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tem impulsionado a expansão da capacidade de geração de energia elétrica por meio de fontes renováveis no estado do Piauí. Recentemente, Ludimila Lima da Silva, superintendente da Aneel, publicou três portarias autorizando a instalação de novas unidades eólicas e solares nas cidades de Dom Inocêncio e Parnaguá.

Em Dom Inocêncio, foi liberada a operação em teste da Usina Eólica Ventos de São Roque 19, com uma unidade geradora de 5.700 kW. Em Parnaguá, a autorização foi para a implantação e exploração das Usinas Fotovoltaicas Riacho da Serra 10 e 09, ambas com 45.836 kW de Potência Instalada e 44.739 kW de Potência Líquida, cada uma. Essas iniciativas marcam um avanço significativo na produção de energia limpa no estado.

Piauí se destaca na energia eólica (Foto: Francisco Leal/Governo do Piauí)

De acordo com os dados fornecidos pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Piauí já possui 158 usinas de geração de energia instaladas, com uma capacidade total de 5.463 MW de potência. A energia eólica lidera a matriz energética do estado, representando 68% da capacidade instalada, seguida pela energia solar fotovoltaica com 27%. A energia hidráulica e térmica contribuem com 4% e 1%, respectivamente.

Essa composição da matriz energética do Piauí contrasta com a média nacional, onde a predominância é da energia hidráulica com 59% da capacidade instalada, seguida pela térmica com 22%. A energia eólica representa 14% e a solar fotovoltaica apenas 5%. Dessa forma, o Piauí se destaca nacionalmente na priorização de fontes limpas e renováveis de energia.

Os dados divulgados pela Aneel informam que o Brasil fechou o primeiro semestre de 2023 com um acréscimo de 5,1 gigawatts (GW) na capacidade instalada de geração de energia elétrica. Isso representa quase metade da meta de crescimento estabelecida para o ano, que é de 10,3 GW. Esse avanço é vital para a sustentabilidade e o suprimento energético do país, contribuindo para a redução do impacto ambiental e a promoção de um futuro mais limpo e sustentável. O Piauí, com suas recentes iniciativas em energia renovável, se coloca na vanguarda desse movimento.

Veja Também
As opiniões aqui contidas não expressam a opinião no Grupo Meio.


Tópicos
SEÇÕES