Entenda como lidar com o medo diante do ‘novo normal’

A mestra em ciências e saúde pela UFPI, Élida Monção, orienta que o medo não pode dominar nossos sonhos e objetivos

Avalie a matéria:
Entenda como lidar com o medo diante do ‘novo normal’ | Tânia Frazão

Há exatos 132 dias nossa vida passou por uma mudança significativa e que se estende até hoje, em um ‘novo normal’ repleto de restrições e hábitos que não estavam arraigados na cultura local. Com o processo de retomada dos serviços não essenciais, muitas pessoas tiveram que voltar à rotina anterior a pandemia, o que traz consigo uma série de dúvidas e medo.

Neste âmbito, a  mestra em ciências e saúde pela UFPI, Élida Monção, orienta que o medo não pode dominar nossos sonhos e objetivos. Com todos os protocolos dispostos pelas autoridades e os cuidados básicos de cunho individual, a profissional destaca que o medo deve funcionar apenas como um ‘protetor’ no novo normal.

“O medo sempre será nosso maior inimigo e nosso maior incentivador para tentar a mudança, tentando melhorar sempre, mesmo diante os desafios. O desafio atual é a retomada as atividades e o novo normal. Nosso medo deve ser o nosso protetor a partir do momento que nos protegemos do vírus, mas não devemos deixar o medo dominar nossa vontade de conquistar nossos sonhos e nossos objetivos”, frisou.

Diante do temor com a pandemia e a retomada das atividades, um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), com 1460 pessoas em 23 estados, nos meses de março e abril, revelou um aumento de 90% nos casos de depressão, 40% em relação ao estresse agudo e 71% em crises durante a pandemia do novo coronavírus. Neste cenário, Élida Monção sintetiza que devemos observar todas as medidas preventivas, mas não podemos desistir.

“Temos que aprender a nos prevenir sempre, mas nunca desistir de continuar a nossa batalha do dia a dia. Os protocolos são super necessários, se todos seguirem os protocolos, estaremos mais protegidos do COVID 19. Todos juntos podemos vencer esta pandemia”, destacou.

De acordo com a profissional, movimentar corpo e mente em ritmos saudáveis são meios extremamente importantes para minimizar e prevenir os problemas de saúde mental.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES