Alzheimer e Parkinson:criada vacina contra 'doenças do envelhecimento'

Pesquisadores afirmam que a formulação pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de doenças como Alzheimer, Parkinson e aterosclerose.

Avalie a matéria:
|

Os cientistas Viktor Seledtsov, da Universidade Federal do Báltico de Immanuel Kant, na Rússia, e Alexei von Delwig, da empresa Innovita Res, na Lituânia, garantem ter inventado uma vacina capaz de combater as chamadas 'doenças do envelhecimento', segundo um artigo publicado na revista Galileu. As informações são do Notícias ao Minuto.

A descoberta foi descrita no periódico Expert Review of Vaccines. 

Para Seledtsov, o sistema imunológico é o mecanismo do corpo humano que coloca um limite à vida.  "Com o tempo, as células imunes conhecidas como linfócitos T tornam-se cada vez mais autorreativas", disse o especialista num comunicado emitido à imprensa. 

"Por outras palavras, tornam-se menos agressivos no seu propósito de deterem agentes infecciosos e patogênicos, permitindo que se 'instalem' mais facilmente no organismo". 

"Entretanto, as investidas desses agentes são a principal causa para o aparecimento de patologias autoimunes, características do envelhecimento", explicou Seledtsov. 

O pesquisador argumenta que o sistema imunológico dos indivíduos acaba por se tornar um 'inimigo', isto porque do ponto de vista biológico, para que a espécie humana evolua e prevaleça, os idosos têm de ser substituídos pelos jovens. E por isso mesmo a renovação celular diminui, assim como possíveis mutações vantajosas para a manutenção da saúde. 

Na tentativa de combater este processo 'mórbido', a equipe de cientistas criou uma técnica de vacinação linfocítica que combate as doenças autoimunes. O novo método revelou ser eficaz no tratamento da artrite reumatoide e da esclerose múltipla. 

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES