Revelado o motivo surpreendente para que você não tome refrigerantes

Existe uma substância usada para dar “cor” ao refrigerante, que é feita à base de cola e foi considerada cancerígena por agência vinculada à OMS

Avalie a matéria:
Mulher tomando refrigerante, que segundo a ciência, faz muito mal a saúde e causa doenças | Google
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Não tome refrigerantes: Uma bomba acaba de explodir na vida dos amantes de refrigerantes, neles, existe um corante em vários produtos industrializados que acabou se tornando a “marca registrada” das bebidas carbonatadas, entre elas, os refrigerantes à base de cola. O produto uzado para conferir, intensificar ou restaurar a cor dos alimentos é chamado de caramelo IV.

O que é o corante que dar cor?

É um corante artificial que é criado a partir de uma técnica industrial, que conta com processos químicos que deixam qualquer pessoas “de cabelo em pé”. Ele tem como finalidade, tornar o produto mais atrativo, mais chamativo, mais bonito para quem vai ingeri-lo. De forma resumida, é uma espécie de “maquiagem” no alimento. E os produtos que mais dependem desse corante são as famosas bebidas à base de cola. Aqueles refriregantes que recebem esse sobrenome

E uma curiosidade, caso não tenha o uso desse corante para deixá-lo com uma coloração escura, os refrigerantes seriam transparentes, e com isso, tirariam totalmente a identidade do produto.

Cuidado em tomar mais refrigerante do que água

São várias as preocupações sobre o consumo dessa substância e o principal é à presença do 4-Metilimidazol (4-MEI), composto que não é diretamente adicionado nos alimentos, mas é formado na queima dos compostos durante a fabricação do caramelo IV. Outra gravidade é que o 4-MEI tem sulfitos e amônia, que já se pode imaginar, representa um grande risco à saúde. Sendo considerado cancerígeno pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), que integra a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O que diz a legislação sobre o corante?

O uso do caramelo IV é regulamentada pela portaria nº 540, considerada frágil em diversos aspectos. De início, pela indústria não precisar informar a quantidade de aditivos presentes no produtos: aparecem sempre no final da lista de ingredientes, não obedecendo os critérios de decrescimento de concentração. Existe uma legislação permissiva, já que o corante está presente em inúemros alimentos, fazendo com que a população faça alta ingestão dele.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES