Brasil leva bronze no 4x100 na natação e chega a 10ª medalha em Tóquio

Na prova de revezamento livre nas Paralimpíadas, quarteto com Gabriel Bandeira, Ana Karolina Oliveira, Debora Carneiro e Felipe Vila Real levaram medalha

Avalie a matéria:
Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre nas Paralimpíadas — Foto: Buda Mendes/Getty Images | Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre nas Paralimpíadas — Foto: Buda Mendes/Getty Images

A décima medalha da natação brasileira nas Paralimpíadas de Tóquio saiu na manhã deste sábado (28) com Gabriel Bandeira, Ana Karolina Oliveira, Debora Carneiro e Felipe Vila Real.  Na última prova da sessão no Centro Aquático da capital japonesa, o revezamento 4x100m livre misto conquistou um bronze suado e que veio graças à desclassificação da equipe do Comitê Paralímpico Russo.

Com muita, mas muita emoção, a equipe marcou 3min51s23 e ficaram, inicialmente, em quarto lugar. Mas, com a desqualificação dos russos, herdaram o bronze. O ouro ficou com a Grã-Bretanha, com 3min40s63 (recorde mundial) e a prata com a Austrália (3min46s38).

Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre nas Paralimpíadas — Foto: Buda Mendes/Getty Images

O Brasil soma, agora, dois ouros, duas pratas e seis bronzes. Gabriel Bandeira é o grande nome até aqui, com um ouro, uma prata e um bronze conquistados.

Não bastasse isso, Gabriel também quebrou o recorde mundial individual dos 100m livre classe S14 por ter aberto o revezamento em 51s11. A marca anterior era de 51s52 do britânico Reece Dunn.

Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre nas Paralimpíadas — Foto: Buda Mendes/Getty Images 



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES