Caso Daniel Alves: DNA encontrado em vítima é compativel com do jogador

O julgamento iniciou nesta segunda-feira (05) no Tribunal Provincial de Barcelona.

Avalie a matéria:
DNA encontrado em espanhola é compativel com do jogador. | Jordi BORRAS / POOL / AFP

Durante depoimento, nesta quarta-feira (07), os médicos forenses confirmaram que o DNA coletado dentro do corpo da espanhola, que acusa o jogador brasileiro Daniel Alves de estupro, é compativel com o do acusado. O julgamento iniciou nesta segunda-feira (05) no Tribunal Provincial de Barcelona.

 “É um DNA compatível com o agressor”, comentou o legista durante o julgamento.

Leia Mais

De acordo com o jornal espanhol Marca, os peritos informaram que não houve lesões intravaginais. Em suas falas os peritos intensificam que este fato não significa que não houve agressão sexual. 

“É comum ver agressões sexuais em que não aparece nenhuma lesão vaginal, mas tudo é possível”.

“Isso não me mostra a existência de pequenas erosões ao nível do bulbo”.

“Poder, poder, tudo pode acontecer. O que estamos dizendo é que geralmente é isso que vemos em geral.”

 “Na relação sexual consensual também vemos lesões vaginais”. 

“Mais lesões são encontradas em relações sexuais não consensuais do que em relações sexuais consensuais”.

 “Neste caso não encontramos feridos, mas não podemos afirmar que não houve agressão”.

“Se há ou não lesão, não podemos dizer se é consensual ou não. Não podemos fazer essa comparação”, insistem os peritos forenses.

"Não tivemos nenhuma indicação de que a pessoa estivesse exagerando ou fingindo", afirmou um dos psicólogos forense, Dr, Mateo, que afirmou que que no caso do denunciante não foi detectado nenhum indício de que a suposta vítima estivesse simulando sintomas. Segundo ele, a versão da suposta vítima condiz com os resultados dos exames. 

O julgamento segue com medidas para proteger a identidade da denunciante, enquanto a acusação apresenta provas e depoimentos que sustentam as acusações. Daniel Alves enfrenta acusações de estupro de uma mulher em uma boate em Barcelona, na Espanha, mas nega veementemente as alegações.

 

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES