Com recorde de Messi, Argentina vence Croácia e se classifica para a final

Lionel Messi voltou a trilhar os passos de Diego Maradona e foi o protagonista da Argentina nesta terça-feira, na vitória sobre a Croácia, por 3 a 0.

Avalie a matéria:
Argentina vence a Croácia | Divulgação

Lionel Messi voltou a trilhar os passos de Diego Maradona e foi o protagonista da Argentina nesta terça-feira, na vitória sobre a Croácia, por 3 a 0, que garantiu os sul-americanos na final da Copa do Mundo do Catar. A partida, disputada no Estádio Lusail, contou com dois gols de Julián Álvarez e outro do craque do Paris Saint-Germain, que chegou a onze tentos em Mundiais, ultrapassou Gabriel Batistuta e tenta repetir o feito do herói do último título mundial da seleção argentina.

Com o triunfo na semifinal, o time de Lionel Scaloni enfrentará o vencedor do jogo entre França e Marrocos, que será disputado na quarta-feira, às 16 horas (de Brasília). Já a finalíssima ocorrerá no domingo, ao meio-dia, também em Lusail.

Com recorde de Messi, Argentina vence Croácia e está na final da Copa (Foto: Jack Guez / AFP)A seleção argentina volta a uma final de Copa do Mundo após oito anos: a decisão de 2022 representa a sua sexta participação no jogo que vale o título mundial. Bicampeã em 1978 e 1986, a equipe nacional ainda alcançou a última fase em 1930, 1990 e 2014.

Já a Croácia, que eliminou o Brasil nos pênaltis, nas quartas de final, não deixou de registrar mais uma campanha histórica. Com apenas seis participações na Copa, o time europeu chegou pela terceira vez à semifinal do torneio, feito também registrado em 1998. Já na última edição, em 2018, perdeu a final para a França.

Com recorde de Messi, Argentina vence Croácia e está na final da Copa (Foto: Paul Ellis / AFP)O JOGO

Assim como diante do Brasil, a Croácia de Zlatko Dalic apostou na incessante troca de passes no meio de campo, deixando o adversário sem a bola. No entanto, a Argentina, comandada por Lionel Scaloni, conseguiu equilibrar as ações e acabou se aproximando da área rival em alguns momentos.

A primeira grande chance, e justamente a que foi responsável pela abertura do placar, saiu aos 34 minutos, por conta de marcação de pênalti. Em rápida transição ofensiva, Enzo Fernández lançou em profundidade para Álvarez, que foi derrubado após se chocar com Dominik Livakovic. Messi, então, bateu a penalidade máxima com força, no ângulo direito, sem chances para o arqueiro, e colocou os sul-americanos à frente.

Com recorde de Messi, Argentina vence Croácia e está na final da Copa (Foto: Giuseppe Cacace / AFP)A seleção argentina pegou novamente a defesa croata desprevenida e ampliou a vantagem cinco minutos mais tarde, aos 39. Depois de escanteio a favor dos europeus, e rebatida da defesa, Messi desviou a bola, que sobrou para Álvarez. O atacante dominou ainda antes da linha do meio-campo, disparou em velocidade e contou com a sorte antes de marcar o segundo. Josip Juranovic tentou afastar o perigo, mas viu a bola resvalar no jovem na entrada da grande área. Em seguida, Julián passou por Borna Sosa - após outro rebote - e, de frente para Livakovic, completou com categoria.

A Croácia mudou a postura no segundo tempo: atuou de maneira mais ofensiva e intensa, com a entrada de atacantes, e pressionou a Argentina em busca de um gol para se aproximar no marcador. Entretanto, os comandados de Dalic construíram poucas oportunidades claras na etapa complementar e não obtiveram êxito nas finalizações. A Argentina, por sua vez, se defendeu de forma sólida, apostou em contra-ataques e deu números finais à partida aos 24 minutos.

Com recorde de Messi, Argentina vence Croácia e está na final da Copa (Foto: Jack Guez / AFP)O terceiro gol saiu após jogada genial de Messi. O craque arrancou pela direita e, após inúmeras fintas desconcertantes, em zigue-zague, conseguiu se desvencilhar da marcação de Josko Gvardiol. Já próximo à meta, rente à linha de fundo, Lionel apenas rolou a bola para trás e achou Álvarez livre, na entrada da pequena área. O garoto do Manchester City só completou em direção às redes, anotou o último tento da partida e assegurou a vaga dos argentinos na finalíssima.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES