Favoritos têm cortes importantes para Copa, mas Brasil passa quase ileso

O Brasil teve seus problemas, mas nenhum deles afetando nomes que seriam titulares como acontece na França, na Argentina, na Alemanha e na Holanda.

Avalie a matéria:
Favoritos têm cortes importantes para Copa, mas Brasil passa quase ileso | Reprodução

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com a proximidade da estreia da Copa do Mundo, as seleções divulgam as suas listas de convocados com as grandes favoritas confirmando cortes importantes para a competição que começa no próximo dia 20, no Qatar. O Brasil teve seus problemas, mas nenhum deles afetando nomes que seriam titulares como acontece na França, na Argentina, na Alemanha e na Holanda.

Como pela primeira vez na história recente o Mundial é disputado no fim do ano, a expectativa era que os atletas que atuam na Europa, que formam a maioria dos convocados, chegassem em uma melhor condição física por estarem no meio da temporada. Ao mesmo tempo, a mudança no calendário diminui o tempo de concentração das seleções na comparação com os torneios disputados em junho e julho.

Favoritos têm cortes importantes para Copa, mas Brasil passa quase ileso

A última confirmação de baixa veio nesta quinta-feira (10) com a lista dos alemães. Os campeões do mundo em 2014 não colocaram entre os chamados o atacante Timo Werner e o meia Marco Reus. Ambos têm lesão no tornozelo e não estão na convocação de Hansi Flick.

A França também divulgou a sua lista com as baixas já esperadas. Os atuais campeões não contarão com Kanté e Pogba, que estão entre os nomes mais importantes do time, não foram chamados por conta de contusões. O goleiro Maignan não está entre as baixas mais importantes, mas também não pôde ser considerado por não ter condições físicas.

Outra seleção favorita, a Argentina ficou sem Giovani Lo Celso. Ele vai passar por uma cirurgia para tratar uma lesão na coxa direita e sua ausência está sendo considerada um forte baque pelos hermanos. O noticiário por lá fixa os debates em quem será o escolhido pelo técnico Lionel Scaloni para substituí-lo.

No pelotão de frente ao lado deles, o Brasil teve dois cortes de nomes que possivelmente estariam na lista, mas não estavam entre os cotados para começar como titular. Guilherme Arana, que provavelmente seria reserva de Alex Sandro, e Philippe Coutinho, opção para o meio-campo, não estavam na lista anunciada por Tite na segunda-feira.

A Inglaterra anunciou hoje sua lista sem os de Reece James, lateral direito, e Ben Chilwel, lateral esquerdo. As ausências só preocupam um pouco mais os ingleses porque o setor já conta com atletas que não estão na sua melhor condição física, como o caso de Kyle Walker, que se recupera de uma cirurgia.

Por fim, outras seleções também apresentaram cortes importantes. Portugal confirmou hoje (10) a sua lista sem as presenças de Diogo Jota, Pedro Neto e Ricardo Pereira, que estão lesionados. Sadio Mané também se lesionou e já foi dado como ausência do Mundial, mas Senegal ainda tem esperanças em uma recuperação para a competição. A Holanda ainda não anunciou sua lista final, mas na pré-inscrição já confirmou que não terá o meio-campista Wijnaldum, que também está no departamento médico.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES