Corinthians: Grupo de torcedores rompe grade e invade centro de treinamento

Torcedores fizeram um buraco em uma grade para ter acesso ao local; No CT, estenderam faixas de protesto e exigiram conversar com os jogadores em um dos campos.

Avalie a matéria:
Corinthians: Grupo de torcedores rompe grade e invade centro de treinamento | Reprodução

SAMIR CARVALHO E ARTHUR SANDES - SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

O centro de treinamento do Corinthians foi invadido por um grupo de pessoas na manhã desta sexta-feira (16). Torcedores fizeram um buraco em uma grade para ter acesso ao local.

No CT, estenderam faixas de protesto e exigiram conversar com os jogadores em um dos campos.

Corinthians: Grupo de torcedores rompe grade e invade centro de treinamento (Foto: Reprodução)A informação foi publicada pela Jovem Pan e confirmada pelo UOL.

As principais cobranças foram pela derrota recente para o Ituano e o trabalho do gerente de futebol Alessandro Nunes e do diretor Roberto de Andrade. Luan também foi citado por não entrar em campo pelo Corinthians desde abril de 2022.

Alguns jogadores aparecem em imagens que viralizam nas redes sociais, entre eles o goleiro reserva Matheus Donelli, o zagueiro Bruno Méndez, o volante Cantillo e o atacante Júnior Moraes. O auxiliar técnico Thiago Larghi também aparece em uma das fotos.

As faixas estendidas dentro do CT pedem a saída de Roberto de Andrade e tem críticas ao time. Alguns integrantes de torcidas organizadas tinham uma conversa marcada com o presidente Duilio Monteiro Alves.

Horas após a invasão, viaturas da Polícia Militar chegaram ao CT por volta das 11h30 (de Brasília). Até o momento, não há relatos de violência física a jogadores.

ELIMINAÇÃO E COBRANÇAS

"Acabou a paciência", anunciou a principal torcida organizada do clube há três dias, após a eliminação do Corinthians do Campeonato Paulista. No texto, a Gaviões da Fiel exige a saída de Roberto de Andrade.

O UOL procurou a organizada por um posicionamento sobre a invasão ao CT, mas não obteve resposta até a publicação. 

CORINTHIANS REPUDIA INVASÃO

  • Pouco depois da invasão, o Corinthians soltou uma nota de repúdio lamentando o ocorrido.
  • O clube prometeu enviar todas as imagens de câmeras de segurança serão enviadas às autoridades policiais.
  • O Corinthians entende que os 'invasores não representam os milhões de corinthianos apaixonados'.

NOTA COMPLETA

Na manhã desta sexta-feira (17), durante o treinamento no CT Dr. Joaquim Grava, um grupo com membros de torcidas organizadas invadiu o local, através de um corte no alambrado lateral.

O Corinthians lamenta e repudia qualquer tipo de invasão em seu ambiente de trabalho. Todas as imagens de câmeras de segurança serão enviadas às autoridades policiais para que as devidas providências sejam tomadas.

Os jogadores e a comissão técnica estavam no campo, desempenhando o trabalho do dia, quando foram abordados pelo grupo, o que interrompeu o treinamento. Eles fizeram cobranças e manifestações à diretoria, comissão técnica e atletas.

Historicamente, o Corinthians sempre foi aberto ao diálogo e valoriza a sua relação com a Fiel Torcida. Entendemos que estes invasores não representam os milhões de corinthianos apaixonados pelo Clube e apenas expõem, negativamente, a imagem da instituição. Por isso, ações como esta serão sempre motivo de indignação, revolta e tristeza.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES