Fifa suspende cartola espanhol por beijo em jogadora campeã do mundo

Essa suspensão abrange todas as suas atividades no âmbito do futebol, tanto em nível nacional quanto internacional

Avalie a matéria:
Fifa suspende cartola espanhol por beijo em jogadora campeã do mundo | Reprodução

Neste sábado (26), a FIFA divulgou um comunicado informando a suspensão temporária do presidente da RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol), Luis Rubiales. Essa suspensão abrange todas as suas atividades no âmbito do futebol, tanto em nível nacional quanto internacional.

"Esta suspensão, em vigor a partir de hoje, terá duração inicial de 90 dias, pendendo resultados dos procedimentos disciplinares abertos contra o sr. Rubiales na quinta-feira (24)", diz o comunicado oficial publicado no site do órgão máximo do futebol internacional.

A declaração também menciona que o chefe do Comitê Disciplinar da FIFA, o colombiano Jorge Ivan Palacio, emitiu duas diretrizes adicionais. Estas instruções determinam que tanto Rubiales quanto a Real Federação Espanhola de Futebol evitem qualquer forma de contato com a jogadora Jennifer Hermoso ou qualquer indivíduo associado a ela. A FIFA informou que essa decisão foi comunicada à RFEF, a Rubiales e à UEFA (União das Associações Europeias de Futebol), da qual a Espanha é membro e onde Rubiales ocupa o cargo de vice-presidente.

A decisão vem na esteira de uma semana de críticas e controvérsias para Rubiales. No último domingo (20), após a seleção espanhola ganhar a Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia sobre a Inglaterra, por 1 a 0, o dirigente foi filmado segurando a cabeça de Hermoso e dando-lhe um beijo na boca durante a entrega das medalhas.

Desde então, a meio-campista afirmou que não consentiu ao beijo e que não gostou do ocorrido. "Simplesmente fui desrespeitada", disse em comunicado publicado na sexta (25). Por meio de seu sindicato, Futpro, a jogadora buscará ações legais contra o cartola. Rubiales, por sua vez, diz que o beijo foi consentido. Em discurso em uma assembleia extraordinária da RFEF, afirmou que Hermoso foi quem iniciou o contato físico levantando-o do chão pelos quadris. Ele disse que perguntou à atleta se poderia dar a ela "um pequeno beijo" e que ela teria respondido "ok".

Apesar de pressionado por críticas vindas do governo espanhol, de outros dirigentes do futebol nacional e internacional e pelas jogadoras, Rubiales disse na sexta que não iria renunciar. "Um beijo consensual vai me tirar daqui? Eu não vou renunciar. Vou lutar até o fim", disse Rubiales, recebendo aplausos da plateia predominantemente masculina na assembleia. Em resposta, cerca de 80 jogadoras da Espanha, entre elas as 23 atletas campeãs do mundo, divulgaram comunicado na sexta no qual afirmam que "não voltarão a aceitar uma convocação da seleção" sem mudanças na chefia da RFEF.

(Com informações da Folhapress)

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES