Presidente do STJD nega pedido do Botafogo para jogar contra o Fortaleza

Alvinegro entrou com uma liminar que desejava jogar contra o tricolor na terça-feira (24)

Avalie a matéria:
Fortaleza e Botafogo adiado por questões de saúde dos atletas. | Foto: Buda Mendes/GettyImages

O Botafogo entrou com um mandado de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, mas o presidente negou a solicitação. O glorioso estava com jogo marcado na capital cearense, contra o Fortaleza, nesta terça-feira (24). A partida marcava o último confronto do Leão do Pici antes da final da Sul-Americana, pois a entidade deseja que os finalistas cheguem à sede da final três dias antes.

Leia Mais

A questão desse problema, foi devido ao jogo entre Botafogo e Athletico-PR não ter sido finalizado na noite de sábado (21), por motivos de iluminação no estádio Nilton Santos. A queda constante de energia, interrompeu a continuidade da partida. O jogo foi finalizado no domingo (22), às 15 h (horário de Brasília).

Por regulamento da CBF, o intervalo de partidas não pode ser menor de 66 horas, a partida sendo encerrado às 16 horas de domingo. Como existia viagem, o descanso do Botafogo seria menor que o permitido, a própria CBF, por preservar a saúde dos atletas, cancelou o jogo e não tem data para ser realizada.

Os dirigentes do Botafogo não gostaram da atitude e se sentiu prejudicado, buscando cumprir o jogo o que estava determinado. O responsável pela decisão foi o José Perdiz, presidente do STJD, que considerou autonomia do Departamento de Competições da CBF para suspensão da partida.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES