Seleção Brasileira vence Omã por 2 a 0

Até a Copa do Mundo, a Seleção Brasileira fará mais um amistoso oficial, em março

Avalie a matéria:
|

A Seleção Brasileira venceu Omã por 2 a 0 nesta terça em Mascate e estragou a festa do sultão Qaboos bin Said, que pediu o amistoso para comemorar a data festiva do país - seu aniversário - mas nem foi ao estádio que leva o seu nome. Nilmar e Al Ghailani, contra, marcaram os gols da partida.

Com o tento desta terça-feira, Nilmar chegou ao seu sexto gol nos últimos cinco jogos que disputou. Uma média que deve colocá-lo na Copa do Mundo de 2010 e joga uma boa pressão em Robinho, que há dois meses vem se tratando de uma lesão.

A vitória sobre Omã fecha um ano quase perfeito da Seleção, que ao mesmo tempo em que bateu seleções inexpressivas, conseguiu bater rivais tradicionais, conquistar a Copa das Confederações e garantir com três rodadas de antecedência a vaga na Copa de 2010. O saldo de 2009 foram 14 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota (na altitude da Bolívia).

Até a Copa do Mundo, a Seleção Brasileira fará mais um amistoso oficial, em março, provavelmente em Londres, contra adversário ainda não definido. Será a última chance para que Dunga faça testes antes da lista final.

Com um adversário modesto, número 79 no ranking da Fifa, Dunga poderia fazer testes desde o início do jogo. Mas preferiu manter a equipe que venceu a Inglaterra por 1 a 0 no sábado, em Doha, no Catar.

Logo aos 3min, a Seleção se impôs no marcador. Luís Fabiano chutou, Al-Habsi defendeu, e Nilmar aproveitou o rebote para marcar. A pressão continuou e o atacante do Villarreal e Luís Fabiano tiveram boas chances de ampliar.

O time da casa, empolgado com o fato de enfrentar a equipe pencatampeã do mundo, não ficou atrás e resolveu sair pro jogo. Júlio César evitou o empate com ótima intervenção após chute de Said.

Depois do susto, o Brasil voltou a controlar o jogo, dominando as ações até o final do primeiro tempo. Al-Habsi foi o personagem principal ao defender finalizações certeiras de Kaká, Luís Fabiano e Nilmar.

No segundo tempo, Omã continuou na busca de seu primeiro gol. Logo no início, Qasim Saeed chutou forte e Júlio César para espalmar. Na cobrança, o cabeceio de Abdulkarim saiu rente à trave do Brasil.

Permitindo que Omã criasse as melhores jogadas do segundo tempo , o Brasil conseguiu fazer seu segundo gol na partida com uma ajuda de Al Ghailani. Aos 16min, o lateral Michel Bastos levantou a bola para Hulk, que infiltrava na área. O zagueiro de Omã se antecipou mas acabou jogando a bola para o próprio gol.

O segundo tempo serviu para Dunga fazer testes com os jogadores que estrearam na Seleção sobre o seu comando. O atacante Hulk, que chegou a ser aplaudido por Dunga em um lance em que o terceiro gol do Brasil esteve perto, e o volante Fábio Simplício entraram logo após do intervalo. Carlos Eduardo e Cris também receberam uma chance.

FICHA TÉCNICA

Omã 0 x 2 Brasil

Gols

Brasil: Nilmar, aos 3min do primeiro tempo e Al Ghailani (contra) aos 16min do segundo tempo

Ponto Forte de Omã

Com atletas velozes e um bom goleiro, não foi goleado em jogo de festa

Ponto Forte do Brasil

Encarou o amistoso com seriedade e, com gol no início, aliviou a pressão de enfrentar uma equipe mais fraca

Ponto Fraco de Omã

Sem experiência e pontaria certeira, o time asiático não conseguiu vazar o goleiro Júlio César

Ponto Fraco do Brasil

Com muitos reservas em campo, não manteve o padrão na segunda etapa e pouco criou em campo

Personagem do jogo

Nilmar, que tem aproveitado as ausências de Robinho para ganhar espaço na Seleção Brasileira

Esquema Tático de Omãl

4-4-2

Ali Al-Habsi; Mohamed Rabia (Hasmin Saleh), Al-Nofali (Saad), Mohamed Al Balushi e Hasasan Al Ghailani; Ahmed Hadid, Qasim Saeed, Fawzi Bashir e Ismail Al Ajmi (Hani Al-Novi); Emad Al Hossan (Abdulkarim) e Rabea Al-Hosani (Hashim Saleh). Técnico: Claude Le Roy

Esquema Tático do Brasil

4-4-2

Júlio César; Maicon (Daniel Alves), Lúcio (Cris), Thiago Silva e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Carlos Eduardo) e Kaká (Julio Baptista); Nilmar e Luís Fabiano (Hulk). Técnico: Dunga

Árbitro

Erich Brahehmahaeer

Local

Estádio Sultan Qaboos, em Mascate (Omã)



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES