Funcionário da Caixa é morto a tiros e motorista de app fica ferido em Timon

Conforme a Polícia Civil do Maranhão, Carlos Vinícius estava no banco de trás de um carro de aplicativo quando foi surpreendido por dois homens armados

Avalie a matéria:
Carlos Vinícius Marinho Veloso | Reprodução

Um funcionário da Caixa Econômica Federal, identificado como Carlos Vinícius Marinho Veloso, de 46 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (8) no povoado Gameleira, zona Sul de Timon, no Maranhão. A polícia está investigando as hipóteses de latrocínio, que é o crime de roubo seguido de morte, e de execução.

Conforme a Polícia Civil do Maranhão, Carlos Vinícius estava no banco de trás de um carro de aplicativo quando foi surpreendido por dois homens armados que efetuaram os disparos. As balas atingiram a região do abdômen e a cabeça da vítima, conforme apurou o repórter Felipe Reis.

O motorista também ficou ferido e foi encaminhado para uma Unidade Básica de Saúde (UBS); no entanto, não há informações sobre o estado de saúde atual dele. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Timon comunicou que, devido às circunstâncias do crime, existe a possibilidade de que Carlos Vinícius tenha sido vítima de uma execução.

Itens de valor, como cordão de ouro, carteira, pulseira, relógio, foram levados pelos criminosos, conforme testemunhas relataram.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES