Em 4ª alta seguida, dólar fecha a R$ 5,40, maior valor em um ano e meio

Alta do dólar foi impulsionada pelas declarações do presidente Lula e pela decisão do Federal Reserve (Fed) sobre os juros nos Estados Unidos.

Avalie a matéria:
Dólar registra alta pelo quarto dia consecutivo | Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Pelo quarto dia consecutivo de valorização, o dólar registrou valorização e fechou em alta nesta quarta-feira, 12. A alta foi impulsionada pelas declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela decisão do Federal Reserve (Fed) sobre os juros nos Estados Unidos. A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a R$ 5,40, o maior valor desde 4 de janeiro de 2023, quando fechou a R$ 5,4523.

O que aconteceu?

Durante um evento no Rio de Janeiro, Lula afirmou que não consegue discutir economia sem considerar "a questão social" e destacou que o "mercado financeiro não é uma entidade abstrata, separada da política e da sociedade". Ele também mencionou que o governo está "arrumando a casa" e "colocando as contas públicas em ordem" em busca de equilíbrio fiscal, mas focou no aumento da arrecadação e na redução de juros, sem abordar o controle de gastos. As declarações de Lula ocorrem em um momento de cautela entre os investidores quanto à questão fiscal brasileira, com pressão sobre o governo para reduzir gastos.

Internacional

No cenário internacional, os investidores estavam atentos aos novos dados de inflação dos EUA e à decisão de política monetária do Fed, que indicou apenas um corte na taxa de juros até o final de 2024.

Dólar

O dólar subiu 0,86%, cotado a R$ 5,4066. Na máxima do dia, chegou a R$ 5,4286. Com o resultado, a moeda norte-americana acumula altas de 1,55% na semana; 3% no mês; 11,42% no ano. Na terça-feira, o dólar havia fechado em alta de 0,07%, cotado a R$ 5,3605.

Ibovespa

O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, encerrou o dia em forte queda e caiu caiu 1,40%, fechando aos 119.936 pontos. Com isso, acumula quedas de 0,69% na semana; 1,77% no mês; 10,62% no ano. Na terça-feira, o índice havia encerrado em alta de 0,73%, aos 121.635 pontos.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES