Exportações do agronegócio brasileiro batem recorde com US$ 16 bi em março

Valor vendido em março chegou a US$ 16 bilhões e, no primeiro trimestre do ano, as exportações chegaram a US$ 36 bilhões.

Avalie a matéria:
Agronegócio Brasil | Divulgação

agronegócio brasileiro registrou um marco histórico em março de 2023, com o valor exportado alcançando a marca de US$ 16 bilhões. Destaque para o aumento do valor exportado de produtos como soja em grãos (+US$ 878,3 milhões), milho (+US$ 397,8 milhões), farelo de soja (+US$ 330,5 milhões), açúcar de cana em bruto (+US$ 215,2 milhões) e carne de frango in natura (+US$ 214 milhões).

Esses produtos contribuíram com US$ 2,0 bilhões para o aumento das exportações, valor superior ao crescimento de US$ 1,6 bilhão nas vendas externas totais do setor. Em comparação com março de 2022, as exportações do agronegócio brasileiro cresceram de US$ 14,4 bilhões.

De acordo com análise da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária, o aumento do volume embarcado foi o principal responsável pelo recorde alcançado em março de 2023. O índice de quantum das exportações brasileiras do agronegócio teve um aumento de 7,1%, enquanto o índice de preço dos produtos exportados registrou um aumento de 3,5%.

Agronegócio registrou recorde nas exportações (Divulgação)

Soja em grãos chegou a US$ 7,3 milhões

Destaque especial para o complexo soja, com dois produtos batendo recordes em volume e divisas. A soja em grãos atingiu a marca de US$ 7,3 bilhões (+13,6%), com embarques de 13,2 milhões de toneladas (+8,6%). O Brasil colheu uma safra recorde da oleaginosa estimada em 153,6 milhões de toneladas (+22,4%). A China continuou sendo o principal destino, absorvendo 75,7% do total embarcado pelo Brasil.

Outro destaque foi o recorde nas vendas de farelo de soja, que somaram US$ 1,1 bilhão (+45,5%), com quase 2 milhões de toneladas (+31,7%). A União Europeia foi a maior importadora desse produto, adquirindo US$ 492,3 milhões (+40,9%) e 904,4 mil toneladas (+29,1%).

Além disso, as exportações do país também registraram um recorde de US$ 967,8 milhões (+29,6%) em março de 2023, com um aumento de 25,5% nos volumes exportados, totalizando 504,9 mil toneladas. Os principais importadores foram China, Japão e Arábia Saudita.

Analistas da SCRI ressaltam que, em um contexto mundial com surtos generalizados de gripe aviária nos principais exportadores, o mercado brasileiro teve oportunidades adicionais, uma vez que o Brasil nunca registrou casos em seu território.

Açúcar

As exportações de açúcar atingiram recorde de US$ 818,1 milhões (+46,4%). O volume exportado cresceu 27,0%, atingindo 1,8 milhão de toneladas. 

Milho

As exportações de milho alcançaram US$ 401,9 milhões. Em março de 2022 foram de apenas  de US$ 4,1 milhões. Os principais destinos foram Japão, Coreia do Sul, Taiwan e Vietnã.

Acumulado do ano 

No primeiro trimestre do ano, as exportações brasileiras do agronegócio atingiram o recorde de US$ 36 bilhões, alta de 6,7% em relação ao mesmo período anterior. O agronegócio respondeu por 47,2% da pauta de exportações do Brasil, no período..  

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES