Ibovespa registra a 4ª alta consecutiva, maior patamar desde julho de 2021

Alta foi impulsionada pelo crescimento de ações relacionadas a commodities metálicas e pela busca por risco no cenário internacional.

Avalie a matéria:
O Ibovespa fechou em alta de 0,95%, atingindo 125.957 pontos. | Arquivo/O Globo

O Ibovespa registrou a quarta alta consecutiva nesta segunda-feira (20), impulsionado pelo crescimento de ações relacionadas a commodities metálicas e pela busca por risco no cenário internacional.

Esse movimento foi influenciado por notícias de que o governo chinês está elaborando uma lista de imobiliárias elegíveis para financiar suas obras, além de recomendações positivas do BofA para o setor. O pregão teve liquidez reduzida devido ao feriado do Dia da Consciência Negra.

O Ibovespa fechou em alta de 0,95%, atingindo 125.957 pontos, o maior patamar desde 28 de julho de 2021. Gustavo Bertotti, economista-chefe da Messem Investimentos, destaca que o estímulo ao setor imobiliário na China beneficia o Brasil, que mantém uma pauta exportadora com o país.

No setor de commodities metálicas, destacam-se as altas de Vale ON (2,45%) e CSN ON (9,49%), impulsionando o índice. Por outro lado, Petrobras ON caiu 0,33%, e Petrobras PN subiu 0,08%. No setor financeiro, Itaú PN e Bradesco PN tiveram altas de 0,99% e 0,26%, respectivamente.

O mercado de petróleo teve forte alta devido a notícias sobre a possibilidade de cortes adicionais na produção pela OPEP+. O preço do petróleo tipo Brent subiu 2,12%, chegando a US$ 82,32 por barril, enquanto o WTI avançou 2,25%, cotado a US$ 77,60 por barril.

O dólar fechou em queda de 1,11%, negociado a R$ 4,8517, refletindo o desempenho mais fraco da moeda americana no exterior, o avanço das commodities e projeções do boletim Focus.

COm informações de O Globo.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES