Nova fase do Desenrola exigirá conta no gov.br; veja como criar

No contexto do programa Desenrola, os devedores precisarão habilitar contas de nível Prata ou Ouro

Avalie a matéria:
Desenrola Brasil | Reprodução

O Desenrola Brasil, programa do Governo Federal que tem como objetivo a renegociação de débitos, iniciará uma nova fase nas próximas semanas. Nesta nova etapa poderão participar pessoas com renda de até 2 salários mínimos, ou aquelas que são inscritas no Cadastro Único (cadÚnico), e que possuam dívidas de até R$ 5 mil reais.

Para participar, é necessário que os interessados façam sua inscrição obrigatória no portal gov.br. A ausência desse registro impossibilita o acesso ao sistema para efetuar a renegociação. É importante observar que a conta no gov.br é de uso gratuito e serve como meio de comprovação da identidade do cidadão. Para o programa Desenrola, os devedores precisarão habilitar contas de nível Prata ou Ouro.

CONFIRA O PASSO A PASSO

Leia Mais
  1. acessar o portal www.gov.br
  2. selecionar "Entrar com gov.br”
  3. digitar o CPF e clicar em “Continuar” – nessa etapa é possível criar ou alterar a conta
  4. preencher formulário com dados pessoais.

Alcançar o nível Prata pode ser realizado de três maneiras. Isso pode ser feito através de:

  1. Validar a identidade facialmente usando o aplicativo GOV.BR para verificar a foto junto à Carteira de Habilitação (CNH).

    Confirmar os dados pessoais por meio do internet banking de um banco credenciado. As instituições financeiras credenciadas incluem: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob, Santander, Itaú, Agibank, Sicredi e Mercantil do Brasil.

    Confirmar os dados com usuário e senha do Sistema de Gestão de Acesso (SIGEPE), caso seja um servidor público federal.

    Por outro lado, o nível Ouro pode ser alcançado através de:

    1. Validar a identidade facialmente usando o aplicativo GOV.BR para conferir a sua foto nas bases de dados da Justiça Eleitoral.

      Confirmar os seus dados com Certificado Digital compatível com o ICP-Brasil.

      NOVA FASE DO PROGRAMA

      No dia 12 do último mês, o prazo expirou para instituições financeiras, varejistas, empresas de serviços públicos, como água, saneamento e energia, entre outras, aderirem ao programa Desenrola e apresentarem as dívidas que desejam renegociar. Segundo informações do Ministério da Fazenda, um total de 924 empresas se registraram no programa Desenrola.

      Agora, as dívidas apresentadas pelas empresas serão analisadas para determinar se se enquadram nos critérios do programa Desenrola.

      Conforme divulgado pelo Ministério da Fazenda, ao final da próxima semana, a fase de leilões terá início. Nesta etapa, as empresas indicarão os descontos que estão dispostas a oferecer a cada consumidor, e aquelas que propuserem os maiores descontos receberão a chancela do programa.

      A plataforma para a renegociação está prevista para ser aberta no final do mês. Nesse momento, indivíduos que possuem renda de até R$ 2.640 (equivalente a dois salários mínimos) ou estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e possuem dívidas de até R$ 5 mil negativadas até 31 de dezembro de 2022 terão a oportunidade de selecionar a oferta de desconto mais vantajosa para eles.



      Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

      Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

      Baixe nosso app no Android, clique neste link

      Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


      Veja Também
Tópicos
SEÇÕES