Rival da Shein, 'Temu' se prepara para iniciar operações no Brasil

Sendo um e-commerce chinês, o Temu mantém a expectativa de oferecer preços baixos como um de seus principais diferenciais

Avalie a matéria:
Rival da Shein, 'Temu' se prepara para iniciar operação no Brasil | Reprodução

Apresentamos o e-commerce Temu, uma versão internacional da Pinduoduo, uma empresa que rapidamente se tornou o principal e-commerce na China em termos de usuários ativos anuais, alcançando esse feito em menos de 7 anos de existência, graças aos seus inovadores modelos de social commerce. Segundo a coluna do StartSe.com do Vinicius Batista de Oliveira, o Temu iniciou suas operações nos Estados Unidos em setembro de 2022 e, em um curto espaço de tempo, tornou-se o aplicativo mais baixado nas lojas de aplicativos americanas, comprovando seu sucesso fenomenal.

Atualmente, o Temu se encontra em 18 países e em menos de 1 ano, já superou a marca de 10 bilhões de reais em vendas. Nas últimas semanas, foram relatadas viagens de executivos da Temu da China para o Brasil, com o objetivo de trabalhar no estabelecimento das operações e na formação de uma equipe local. 

Sendo um e-commerce chinês, o Temu mantém a expectativa de oferecer preços baixos como um de seus principais diferenciais. No entanto, por meio de seu inovador modelo de operação, a plataforma consegue disponibilizar preços ainda mais competitivos em comparação com seus concorrentes, AliExpress e Shopee. 

Ainda que siga um modelo de marketplace similar, o Temu estabelece parcerias diretas com fornecedores chineses, negociando preços mais baixos em troca de um posicionamento privilegiado dos produtos em sua plataforma. Com a definição de que produtos abaixo de US$ 50 permanecerão isentos de impostos de importação, o Temu tem boas chances de replicar os preços extremamente baixos também no mercado brasileiro. 

A empresa mãe do Temu, a Pinduoduo, foi a pioneira em popularizar os modelos de social commerce na China, inicialmente oferecendo descontos para compras realizadas em conjunto com amigos. Embora esse não seja o modelo predominante atualmente, o Temu ainda mantém sua expertise em utilizar elementos sociais no e-commerce, adaptando-se aos mercados específicos. No Brasil, a plataforma promete estabelecer parcerias com influenciadores locais, visando rapidamente expandir sua base de usuários.

Em conclusão, a Temu possui todas as ferramentas e estratégias necessárias para se consolidar como um player dominante no mercado de e-commerce brasileiro. Com sua vasta experiência em mercados internacionais, preços altamente competitivos e abordagens de marketing agressivas, a Temu se encontra em uma posição vantajosa para realizar uma entrada bem-sucedida no Brasil.

Embora somente o tempo revele se serão capazes de cumprir suas ambições, é inegável que a Temu se apresenta como um concorrente a ser observado atentamente. Seu potencial impacto no cenário do e-commerce nacional certamente desperta interesse e expectativas.

 (As informações são do StartSe.com)

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES