Febre oropouche avança e infecta mais de 5 mil pessoas; veja sintomas e tratamento

A febre oropouche, transmitida principalmente por mosquitos, é causada pelo vírus Orthobunyavirus oropoucheense

Avalie a matéria:
Mulher coçando as picadas de mosquito no braço (à esquerda) e vírus Orthobunyavirus oropoucheense (à direita) | Montagem/MeioNews
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Um recente boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe preocupantes números sobre a propagação da febre oropouche em território brasileiro. Os dados revelam um total de 5.102 casos da doença, com uma significativa concentração na Amazônia, contabilizando 2.947 casos, e em Rondônia, com 1.528 casos. Entretanto, outros estados também enfrentam a situação, incluindo Bahia, Acre, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro, Piauí, Roraima, Santa Catarina, Amapá, Maranhão e Paraná, indicando um espalhamento geográfico que demanda atenção.

DISSEMINAÇÃO DA DOENÇA

A secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, ressalta a preocupação com a disseminação da doença para além da região norte do país, onde inicialmente estava concentrada. "Estamos monitorando de perto e entendendo melhor essa nova arbovirose", afirma, destacando a necessidade de uma abordagem cautelosa diante desse cenário.

Infográfico informando sobre a febre oropouche - Foto: Reprodução

TRANSMISSÃO

A febre oropouche, transmitida principalmente por mosquitos, é causada pelo vírus Orthobunyavirus oropoucheense (OROV). Seus sintomas, similares aos da dengue e chikungunya, incluem febre súbita, dor de cabeça intensa, dores articulares, entre outros. Com dois ciclos de transmissão identificados, silvestre e urbano, a doença representa um desafio para as autoridades de saúde, exigindo medidas preventivas eficazes.

Mosquito transmissor da febre oropouche - Foto: Reprodução

ALÍVIO DOS SINTOMAS

Embora não haja um tratamento específico para a febre oropouche, o acompanhamento médico e o alívio dos sintomas são fundamentais para os pacientes afetados. Diante do aumento dos casos, a conscientização da população sobre as medidas de prevenção e ações de controle do vetor são essenciais para conter a propagação da doença e proteger a saúde pública.

Para mais informações, acesse meionews.com

Leia Mais


Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES