Guarda Municipal apreende 154 porções de drogas e mais de 50 armas

Além disso, o órgão também promoveu a assistência à comunidade

Avalie a matéria:
|

Completado o primeiro semestre de 2018, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina divulgou o relatório de atuação entre os meses de janeiro a junho deste ano. Em números gerais, foram 154 porções de drogas apreendidas; 52 armas apreendidas; 19 conduções à Central de Flagrantes de Teresina, além de recuperar três veículos e um aparelho de som, resultante de furto.

Além disso, o órgão também promoveu a assistência à comunidade, com a prestação de socorro à população em nove casos. De acordo com o relatório, as drogas mais apreendidas foram a Maconha, com 81 porções; e o Crack, com 71 porções. Em duas situações, a droga conhecida como "Loló" também foi apreendida. Armas brancas somam 51 apreensões, além de uma arma de fogo.

Das 19 conduções à Central de Flagrantes, a maior parte é por conta do tráfico de drogas e por furto ou roubo. “Nossa meta é o trabalho em prol da sociedade. Percebemos que, neste tempo em que estamos atuando, a população nos aceita bem e agora estamos passando pela ampliação do trabalho da Guarda Municipal, que está nos terminais de integração da capital, ainda mais perto de nossa população”, afirma o Capitão Monteiro Silva, comandante da Guarda Municipal de Teresina.

Criada por meio da Lei complementar n° 3.834, a Guarda Civil Municipal de Teresina é vinculada à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). A atuação do órgão acontece nas praças da Bandeira, Rio Branco, Fripisa e dos Skatistas; Parques Lagoas do Norte, Parque Estação da Cidadania, Parque Floresta Fóssil e Parque Encontro dos Rios; Centro Unificado de Esporte e Lazer (CEU) Sul e Norte e Complexo Esportivo José Ponce Filho (Parentão); além do Centro Pop, Restaurante Popular de Teresina e Corredores e Terminais de Integração do Itararé, do Parque Piauí e Bela Vista.

A Guarda Municipal atua, ainda, em ações do Programa Vila Bairro Segurança e dos projetos “Teresina Protege” e “Educando para Prevenir”. “Percebemos que o trabalho da Guarda nos locais onde está escalada tem surtido efeito, sobretudo ao analisar os números de apreensões de drogas e armas. E o nosso trabalho é continuado, no sentido de, cada vez mais, equipar e gerar melhores meios de trabalho para que, assim, nossa finalidade de contribuir para a construção de espaços públicos seguros seja atingida”, garante o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira. 

Atuação em 2017

No ano passado, foram 116 operações de apreensão de drogas; 61 operações de apreensão de armas; 24 conduções à Central de Flagrantes de Teresina, além de uma ação no Parque Brasil para evitar a apropriação irregular de um terreno na região. Dentro das operações, foram apreendidas 547 drogas ilícitas, entre elas: maconha, crack, LSD e cocaína; 61 armas, entre elas: brancas, uma de fogo, além de um simulacro de arma de fogo.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES