Inep prorroga prazo para pedidos de reaplicação de provas do Enem 2023

Para requisitar a reaplicação, o candidato deve acessar a Página do Participante no site do Inep e realizar o login utilizando a conta gov.br.

Avalie a matéria:
Inep prorroga prazo para pedidos de reaplicação de provas do Enem 2023 | Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prorrogou para até as 23h59 da segunda-feira (20) o prazo para pedidos de reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. A medida que vale para quem teve problemas de logística ou de saúde (doenças infectocontagiosas) nos dias do exame (12 e 19), e para quem mora a mais de 30 quilômetros do local de prova. As solicitações para a reaplicação do exame devem ser feitas na Página do Participante, e a reaplicação será nos dias 12 e 13 de dezembro.

“Pessoas que tenham sido afetadas por problemas logísticos, como comprometimento da infraestrutura, falta de energia elétrica no local de prova ou erro de aplicação, podem solicitar a reaplicação. Participantes alocados a mais de 30 quilômetros da residência indicada no ato da inscrição também podem solicitar o direito. Os casos serão analisados individualmente”, informou o Inep, a quem caberá fazer a avaliação dos pedidos.

CAUSAS

Entre as doenças infectocontagiosas listadas no edital estão covid-19, tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela. Nesses casos, os pedidos de reaplicação devem ser acompanhados por documentos comprobatórios, que serão analisados pelo Inep individualmente.

“Quem faltou a qualquer um dos domingos por motivos que não se enquadram nos termos citados não tem direito à reaplicação”, ressaltou o instituto.

COMO PEDIR A REAPLICAÇÃO

Para requisitar a reaplicação, o candidato deve acessar a Página do Participante no site do Inep e realizar o login utilizando a conta gov.br. No portal, é obrigatório que o estudante insira documentos comprobatórios (no caso de doença), os quais devem estar legíveis. 

  • Nome completo do participante;
  • Diagnóstico com a descrição da condição e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10);
  • Assinatura do profissional de saúde com o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente;
  • Data de atendimento.


Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES