Ataque israelense mata 7 funcionários de ONG que distribuíam comida em Gaza

A WCK informou que iria interromper imediatamente as suas operações na região e que tomaria decisões em breve sobre o futuro do trabalho

Guerra em Gaza | AFP
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Um ataque aéreo de Israel no centro da Faixa de Gaza matou sete pessoas que trabalhavam na World Central Kitchen (WCK), ONG do chef espanhol José Andrés, afirmou a organização na segunda-feira (1º). O comboio foi atingido quando saía de um armazém em Deir al-Balah, onde descarregou mais de 100 toneladas de alimentos levados por mar.

Além de palestinos, há entre as vítimas pessoas da Polônia, do Reino Unido e da Austrália, além de um cidadão com nacionalidade dos Estados Unidos e do Canadá. Eles viajavam em três veículos, dois deles blindados e com o logotipo da WCK, disse a organização em um comunicado.

"Este não é apenas um ataque contra a WCK, é um ataque às organizações humanitárias que atuam nos locais mais terríveis em que os alimentos são usados como arma de guerra", disse Erin Gore, executiva-chefe da World Central Kitchen. "Isso é imperdoável".

Os militares israelenses disseram que fazem uma revisão completa para compreender as circunstâncias do que chamaram de incidente trágico. Segundo eles, um órgão especializado independente e profissional investigará as mortes.

O Hamas disse que o ataque teve como objetivo aterrorizar os trabalhadores das agências humanitárias internacionais, dissuadindo-os das suas missões. A WCK informou que iria interromper imediatamente as suas operações na região e que tomaria decisões em breve sobre o futuro do trabalho.

Para mais informações, acesse meionews.com

Leia Mais


Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES