Família diz que brasileira ferida em bombardeio no Líbano está com rosto desfigurado

A brasileira Fátima Boustani, 30 anos, Está com seu rosto desfigurado após bombardeio que atingiu sua casa em Saddike, Sul do Líbano, no último sábado (1º)

Avalie a matéria:
Brasileira atingida durante bombardeio no Líbano está com rosto desfigurado | Reprodução

A brasileira Fátima Boustani, 30 anos, que ficou gravemente ferida após bombardeio que atingiu sua casa em Saddike, Sul do Líbano, no último sábado (1º), está com seu rosto desfigurado. Segundo informações de Hussein Ezzddein, primo de seu marido, ela precisará de cirurgias para reconstruir a face.

"Fátima segue internada em estado grave e os dois filhos também estão internados e estão recebendo atendimento médico. Estamos na torcida para ela melhorar o mais rápido possível para trazer ela para cá [Brasil] e conseguir ter uma nova chance de viver. Graças a Deus está passando, aos poucos, muito pouco, o risco de morte dela", afirmou.

COMO OCORREU O ATAQUE

Fátima estava em casa com dois de seus quatro filhos, uma menina de 10 anos e um menino de 9, quando foram surpreendidos pelo bombardeio. No momento do ataque, os outros dois filhos, de 12 e 7 anos, estavam na casa dos avós. Seu marido reside em Itapevi, na Grande São Paulo, buscando oportunidades de trabalho.

ASSISTÊNCIA DO GOVERNO

Mãe e filhos, ainda internados no Hospital Libanês Italiano em Tiro, Sul do Líbano, aguardam assistência do governo brasileiro para serem resgatados e transferidos para o Brasil. Até o momento, não houve contato por parte do governo brasileiro, segundo Russein. "Ninguém ainda entrou em contato com a gente. Estamos aguardando posição do governo para saber como ficará. Só tem a embaixada lá. Mas aqui ninguém entrou em contato com a gente", ressaltou Hussein nesta segunda-feira (3), ao g1.

Por meio de nota, divulgado um dia após o ataque, o governo brasileiro afirmou que está prestando apoio à família.

"A Embaixada do Brasil em Beirute está em contato com os familiares e com a equipe médica e presta o apoio consular. Desde o início do conflito entre Israel e Palestina, a Embaixada em Beirute monitora e mantém contato regular com os brasileiros residentes no Sul do Líbano", disse um trecho da nota.

ATAQUE ATRIBUÍDO A ISRAEL

O ataque, atribuído a Israel, destruiu a casa da família, conforme mostram imagens enviadas a Hussein. O governo brasileiro condenou o ataque e presta apoio à família. Ahmad Aidibi, marido de Fátima, está em estado de choque e pede ajuda às autoridades brasileiras.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES