Kremlin diz que não processará líder dos mercenários e confirma acordo

Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, confirmou que houve negociações entre as duas partes, seguidas por um acordo intermediado pelo governo de Belarus.

Kremlin diz que não processará líder dos mercenários e confirma acordo | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Depois que o grupo de mercenários Wagner anunciou sua retirada da rebelião iniciada na sexta-feira, 23 de junho, o governo russo declarou no sábado, 24 de junho, que não irá processar o líder do grupo, Yevgeny Prigozhin, nem punir os demais membros envolvidos na revolta.

Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, confirmou que houve negociações entre as duas partes, seguidas por um acordo intermediado pelo governo de Belarus. O acordo, segundo Moscou, também prevê que Prigozhin vai se exilar em Belarus, país aliado de Moscou, e deixar o front na Ucrânia e São Petersburgo, sua cidade natal.

O líder dos mercenários não havia confirmado a informação do Kremlin até a última atualização desta notícia. Além disso, o acordo também impõe que nenhum outro membro do grupo Wagner que participou da rebelião será perseguido criminalmente e que os mercenários que não aderiram à revolta serão integrados ao Ministério da Defesa russo.

Até a tarde de sábado, as tropas do grupo Wagner estavam se aproximando de Moscou, e o Kremlin estava preocupado com a possibilidade de um confronto na capital russa. No entanto, Prigozhin anunciou que suas tropas estavam recuando, estando a uma distância de 200 quilômetros de Moscou. Os mercenários já abandonaram a cidade de Rostov, no sul da Rússia, que haviam ocupado na sexta-feira, dia 23.

"Em 23 de junho, embarcamos em uma marcha por justiça. Agora chegou o momento em que sangue pode ser derramado. Compreendendo a responsabilidade de que o sangue russo seja derramado de um lado, estamos recuando nossos comboios e voltando aos campos de campanha conforme planejado."



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES