Inundações: Porto Alegre estuda construir 'cidade provisória' para 10 mil pessoas

Essa área contaria com instalações educacionais, reforço na segurança, incluindo tendas da Defesa Civil, e um mercado para atender às necessidades básicas

Avalie a matéria:
Cidade de Porto Alegre tomada pelas águas | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Prefeitura de Porto Alegre está considerando a construção de uma cidade temporária na Zona Norte da capital gaúcha para acomodar até 10 mil pessoas. Essa área contaria com instalações educacionais, reforço na segurança, incluindo tendas da Defesa Civil, e um mercado para atender às necessidades básicas. Infelizmente, parte dos residentes que retornaram para suas casas no fim de semana precisou ser resgatada novamente devido a um novo aumento no nível da água.

BOLETIM DA DEFESA CIVIL

No boletim matinal da Defesa Civil desta terça-feira (14), o número de óbitos permaneceu estável em 147, mantendo-se igual ao registrado na segunda-feira. O total de desaparecidos também se manteve inalterado, permanecendo em 125. O número de feridos é de 806 pessoas. Um total de 76.884 indivíduos foram encaminhados para abrigos, enquanto 538.545 foram desalojados, buscando refúgio na casa de familiares e amigos. No geral, as chuvas afetaram 2.124.203 pessoas, atingindo 450 dos 497 municípios do estado.  

Prefeito de São Francisco de Paula mostra região que pode ser afetada por onda em barragem sob risco de ser atingida por deslizamento de terra (Foto: Reprodução/TV Globo) 

PRESIDENTE LULA SE REÚNE COM MINISTROS

Ontem, o presidente Lula conduziu uma reunião com ministros, onde foi informado sobre as medidas já em andamento para auxiliar o estado. Em paralelo, foi firmado um acordo com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, visando a suspensão do pagamento da dívida estadual de R$ 96 bilhões com a União por três anos. Durante esse período, além da isenção das parcelas, o estado estará liberado dos encargos dos juros que normalmente acompanham essa dívida. No entanto, a efetivação desse acordo requer aprovação do Congresso.

GOVERNO FEDERAL DEVE ANUNCIAR NOVAS MEDIDAS

Hoje, o governo federal tem previsão de anunciar medidas de auxílio ao Rio Grande do SulHá expectativas de um pagamento extra do Bolsa Família ainda neste mês, além da inclusão de mais 20 mil famílias do estado no programa. O pagamento às famílias já cadastradas para receber o benefício está agendado para sexta-feira (17). Atualmente, estão sendo identificadas as novas famílias que serão beneficiadas após a tragédia.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES