Morre policial que ficou no lugar de refém em ataque na França

Ele se ofereceu para ficar no lugar de uma mulher que era refém

Avalie a matéria:
|

Morreu neste sábado (24) o policial francês que se ofereceu para ficar no lugar de um refém durante ataque a um supermercado em Trèbes.

Gérard Collomb, Ministro do Interior da França, foi quem confirmou a informação nas redes sociais.

— O tenente-coronel Arnaud Beltrame faleceu. A França nunca esquecerá seu heroísmo, sua bravura, seu sacrifício. 

O presidente Emmanuel Macron também se manifestou sobre a morte de Arnaud.

— Ele salvou vidas e honrou seus colegas e seu país. Ele morreu como um herói. 

Arnaud trocou de lugar voluntariamente com uma mulher dentro do supermercado durante ataque nesta sexta-feira (23). O policial deixou seu celular ligado dentro do estabelecimento, o que teria sido fundamental para acompanhar os passos do sequestrador.

Vítimas

Duas pessoas morreram assim que o homem de 26 anos, identificado como Redouane Lakdim, entrou na loja.

Uma terceira pessoa também foi morta, o motorista de um carro roubado por Lakdim mais cedo na sexta-feira.

Cerca de 16 pessoas ficaram feridas com as ações do homem, que foi morto pelo Grupo de Intervenção da polícia nacional francesa.

De acordo com a agência Reuters, o grupo terroista Daesh reivindicou o atentado. Em comunicado divulgado na internet, o grupo disse que um "soldado do califado" realizou o ataque.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES