Nova carteira de identidade: governo prorroga prazo para estados emitirem

Adequação deveria ser feita até esta segunda (6), no entanto, foi prorrogada para dia 11 de janeiro

Avalie a matéria:
Nova carteira de identidade: governo prorroga prazo para estados emitirem | Reprodução

O governo federal optou por estender o prazo para que os estados e o Distrito Federal comecem a emitir a nova Carteira Nacional de Identidade até o dia 11 de janeiro. Inicialmente, o prazo limite era estabelecido para esta segunda-feira (6), mas a mudança foi uma resposta a uma solicitação dos estados. Até o momento, conforme informações do Ministério da Gestão e Inovação, cerca de 2 milhões de novas carteiras de identidade foram emitidas.

Essa nova carteira unifica o Registro Geral (RG) em todas as unidades da federação por meio do Cadastro de Pessoas Físicas. Vale ressaltar que esta é a segunda vez que o governo prorroga o prazo. Inicialmente, os estados tinham até o dia 6 de março para se adaptarem a essa nova medida, mas na época o prazo foi estendido até a data mencionada, esta segunda-feira.

No mês de maio, o Ministério de Gestão e Inovação anunciou que a nova carteira de identidade seria emitida com duas alterações em relação às normas estabelecidas durante a administração do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Conforme essas mudanças, o documento não mais conterá campos para "sexo" e também não fará distinção entre "nome" e "nome social".

MAIOR SEGURANÇA

A introdução da nova Carteira Nacional de Identidade (CIN) reduz consideravelmente a probabilidade de fraudes, uma vez que anteriormente uma mesma pessoa poderia possuir um número de RG por estado, além do CPF. Com a CIN, os cidadãos passam a ser identificados por um único número de identificação.

Esta nova carteira também incorpora características de segurança adicionais. Por exemplo, ela apresenta um QR Code que permite a verificação da autenticidade do documento e a possibilidade de rastrear se o mesmo foi extraviado ou furtado, utilizando qualquer smartphone. Além disso, a CIN inclui um código de padrão internacional denominado MRZ, que é semelhante ao utilizado em passaportes, o que a torna um documento que também pode ser utilizado para fins de viagem.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES