Número de mortes no RS aumenta e chega a 126; chuvas afetaram 1,9 milhão

Boletim divulgado às 18h apontou aumento de 116 para 126 do número de mortos.

Avalie a matéria:
Rio Grande do Sul tem alerta de mais chuvas | Gustavo Mansur
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul atualizou a situação catastrófica no estado nesta sexta-feira, 10, em decorrência das enchentes que têm assolado a região. O boletim, divulgado às 18h, registrou que o número de mortes aumentou de 116 para 126 e o número de feridos chegou a 756 e 141 pessoas estão desaparecidas. No total, as chuvas já afetaram 1.951.402 pessoas de alguma forma no estado.

Municípios atingidos: O número subiu para 441, representando 88% das cidades do Rio Grande do Sul. Atualmente, 411.337 pessoas estão desabrigadas, incluindo 339.928 desalojados e 71.409 em abrigos oficiais. As chuvas retornaram com intensidade à região metropolitana de Porto Alegre e, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), estão previstas chuvas intensas para este sábado em várias regiões do estado.

Alerta: O Inmet alertou para um possível acúmulo de até 100 milímetros de chuva em 24 horas, acompanhados de ventos que podem chegar a 100 quilômetros por hora. Há risco significativo de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. Em Porto Alegre, a precipitação acumulada desde o início da catástrofe já é três vezes superior à média histórica de maio.

Lago Guaíba: O nível, que já havia baixado, mostrou oscilações preocupantes. A última medição, também às 18h, indicou que o nível estava em 4,70 metros, próximo ao recorde da enchente histórica de 1941. A posição dos ventos na Lagoa dos Patos também pode dificultar o escoamento de água, aumentando o risco de inundação nas áreas ao redor de Pelotas e Rio Grande.

Frio: Para a próxima semana, uma frente fria mais intensa é esperada na Região Sul a partir de segunda-feira, 13. A massa de ar frio e seco deve trazer uma queda acentuada nas temperaturas e reduzir as chances de chuva. Na segunda, as temperaturas no Rio Grande do Sul podem não ultrapassar os 13°C em algumas localidades, com máximas entre 16°C e 18°C na região metropolitana de Porto Alegre.

Queda: As temperaturas devem cair ainda mais na terça-feira, com mínimas chegando a 3°C e 4°C na campanha e serra gaúcha, com possibilidade de geada nas áreas de fronteira com o Uruguai. Na quarta-feira, a previsão é de mínimas entre 0°C e 1°C, com chances de geada moderada a forte em alguns pontos, alertando para as dificuldades adicionais que o frio pode trazer às áreas já devastadas pelas enchentes.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES