Investidores pretendem construir usina fotovoltaica de 1GW no Piauí

A iniciativa é implementar, no Piauí, a maior usina fotovoltaica já conhecida, com capacidade total de 1 GW e geração de dois mil empregos diretos e indiretos em quatro anos.

Avalie a matéria:
Governador recebe investidores que pretendem construir usina fotovoltaica de 1GW no Piauí | Divulgação

O governador Wellington Dias recebeu, nesta quinta-feira (4), no Palácio de Karnak, representantes da JKL Energy, que tem interesse em investir em energias renováveis no Piauí. A pretensão é implementar, no Piauí, a maior usina fotovoltaica já conhecida, com capacidade total de 1 Gigawatt (GW) e geração de dois mil empregos diretos e indiretos em quatro anos.

A JKL Energy é uma empresa que tem atuação no Brasil e no exterior, com experiência em diversas áreas. Para a geração de energia em solo piauiense, pretende investir na região entre os municípios de Guaribas e Caracol, que se tornará um ponto de desenvolvimento econômico e de infraestrutura na região sul do estado.

O chefe do Executivo estadual garantiu o apoio à viabilização do projeto e instalação da empresa no Piauí. “O objetivo é garantir, da parte do Estado, uma equipe integrada, que vai trabalhar desde a nossa política de incentivo fiscal para energia limpa à política de qualificação e formação na região de Caracol e Guaribas, para que possamos ter cerca de dois mil empregos que serão gerados, além do protocolo que prevê o acompanhamento do licenciamento ambiental. Portanto, celebramos o compromisso do Estado, com a participação da Secretaria de Minas e Energia para dar viabilidade a esse projeto”, afirmou Wellington Dias.

De acordo com Maurício Sousa, CEO da JKL Energy, o Piauí foi escolhido por sua potencialidade da incidência solar. “Temos, nos últimos cinco anos, dados de que, para o trabalho que vamos desempenhar, seria muito mais apropriado para as placas que temos desenvolvidas atualmente, além de gerar um desenvolvimento local. O projeto já está totalmente pronto, agora começa a implementação e as licenças necessárias para iniciar o projeto”, ressaltou Maurício.

O secretário de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis, Wilson Brandão, destacou que o Piauí vem recebendo empresas interessadas em investir nas energias renováveis. “Recebemos mais um grupo que tem intenção em investir no nosso estado. O Piauí, hoje, é uma vitrine na área de energias renováveis e frequentemente temos recebidos grupos de empresários nacionais, multinacionais, fundos internacionais, que estão buscando investir no Piauí maciçamente nessa área, pois temos duas as matérias-primas mais importantes para tal, que é o vento e o sol, além das linhas de transmissão e das subestações, ou seja, todas as condições objetivas necessárias para implantação desses investimentos”, disse o gestor.

A previsão é que a usina possua 500 mil painéis a cada 500 hectares, quatro milhões no total. “Será um investimento grande, no qual a meta é alcançar algo em torno de 1 GW de energia fotovoltaica. Já tem a aquisição do terreno regularizado, acertamos um protocolo para que eles já atuem nos leilões já no mês de setembro”, finalizou o governador.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES