PMT injeta R$ 260 milhões na economia com benefícios aos servidores

A partir de janeiro de 2023, o valor do auxílio-alimentação será de R$ 375, que corresponde ao valor integral de R$ 250 e mais R$ 125 retroativos dos meses de maio a outubro de 2022.

Avalie a matéria:
PMT injeta R$ 260 milhões na economia com benefícios aos servidores | Reprodução

Os cerca de 16.500 servidores da ativa da Prefeitura Municipal de Teresina receberam, dia 23 de dezembro, os R$ 500 de auxílio-alimentação assegurados pela Lei Municipal nº 5.734, de 27 de abril de 2022, referentes aos meses de novembro e dezembro. A partir de janeiro de 2023, o valor será de R$ 375, que corresponde ao valor integral de R$ 250 e mais R$ 125 retroativos dos meses de maio a outubro de 2022.

Na semana passada, durante evento que marcou a entrega simbólica do auxílio-alimentação para servidores efetivos e comissionados da administração municipal, o prefeito Dr. Pessoa ressaltou a importância do benefício para os servidores. “É dever e compromisso desta gestão cuidar dos servidores municipais. Este benefício vai ajudar a milhares de pessoas que precisam comprar sua alimentação e garantir o pão em sua mesa. Estamos felizes em cumprir mais este compromisso com a população de Teresina”, disse o chefe do executivo municipal.

PMT injeta R$ 260 milhões na economia com benefícios aos servidores (Foto: Reprodução)De acordo com a secretária municipal de Finanças, Odimirtes Neves, cerca de R$ 20 milhões foram injetados hoje na economia teresinense com o auxílio-alimentação aos servidores. Ela ressalta que, ainda na última terça-feira, 20 de dezembro, com o pagamento da segunda parcela do 13º salário, outros R$ 80 milhões foram injetados. “Esse valor chegará a R$ 260 milhões na semana que vem com o pagamento da folha de pessoal de dezembro, que acontecerá no dias 29 e 30”, afirma.

Leia Mais

Odimirtes destaca ainda que os 4.247 servidores da educação do município receberam o valor de R$ 2.000,00 em seus auxílio-alimentação nesta sexta, uma vez que os mesmos receberam o valor retroativo a maio deste ano.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES