Polícia pede prisão preventiva do suspeito de tentar matar estudante

De acordo informações do delegado do 1º Distrito da Polícia Civil do Piauí Sérgio Alencar ao Meionorte.com, o jovem já estava sendo ameaçado de morte antes do crime.

Avalie a matéria:
|

A Polícia Civil do Piauí, que investiga o caso do estudante de 21 anos Gabriel Brenno Nogueira, que sofreu uma tentativa de homicídio na manhã da última quarta-feira, solicitou à justiça neste domingo (21) a prisão preventiva do suspeito do crime. A principal linha de investigação é de crime passional.  

De acordo informações do delegado do 1º Distrito da Polícia Civil do Piauí Sérgio Alencar ao Meionorte.com, o jovem já estava sendo ameaçado de morte antes do crime. "Ele é um estudante oriundo do Maranhão, e ele estava hospedado nesta pensão, estudava para concurso. Ele chegou aqui em Teresina no começo do ano para estudar”, completa o delegado. O nome do suspeito do crime ainda não foi divulgado pelas autoridades devido a conclusão do inquérito de investigação.

Meio Norte

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) informou na manhã deste domingo (21) que o quadro de saúde do estudante Gabriel Brenno permanece em estado grave.

Segundo o HUT, o estudante segue entubado e em ventilação mecânica. Desde que concluiu o Protocolo de Morte Encefálica, que apontou que ainda possui atividade elétrica cerebral, ele não obteve alterações clinicas consideráveis e continua em estado grave de saúde.

Reprodução/Facebook

A Polícia Civil divulgou nessa semana com exclusividade à Rede Meio Norte prints de supostas conversas entre Gabriel com uma mulher que seria esposa do acusado. 

Veja:

Divulgação

Notícias relacionadas:

Gabriel Brenno passará por exames para confirmar morte cerebral

Exame constata presença de atividade cerebral em Gabriel Brenno, afirma HUT

Gabriel Brenno tinha caso com mulher de acusado; veja mensagens!

Estudante é baleado em frente a curso preparatório no Centro de Teresina



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES