São Paulo terá 1ª faculdade do agro no país; investimento de R$ 100 milhões

Com investimento de R$ 100 milhões, Harven Business School começa a funcionar em 2024, com foco exclusivo no agronegócio

Avalie a matéria:
São Paulo terá 1ª faculdade do agro no país; investimento de R$ 100 milhões | Reprodução

A região de Ribeirão Preto, localizada no interior de São Paulo, é amplamente reconhecida pela sua significativa produção de cana-de-açúcar. No entanto, esse setor é apenas um dos aproximadamente dez segmentos do agronegócio que predominam nos arredores da cidade. Essa diversificação atraiu a inauguração da primeira instituição de ensino brasileira totalmente voltada para o agronegócio, a Harven Business School, que recebeu um investimento de R$ 100 milhões e está programada para iniciar suas atividades no próximo ano. 

A Harven Business School, que já começou a receber inscrições para suas primeiras turmas de graduação neste mês, é fruto da colaboração entre dois líderes no campo do agronegócio. Um deles é o renomado agrônomo Marcos Fava Neves, professor especializado em cadeias agroalimentares na Universidade de São Paulo (USP) e na Fundação Getulio Vargas (FGV). O outro é o empresário libanês radicado no Brasil, Chaim Zaher, um bilionário proprietário do SEB (Sistema Educacional Brasileiro), um dos maiores grupos educacionais do país. 

Sendo a única instituição brasileira afiliada à International Food and Agribusiness Management Association (Ifama), a Harven vai lançar, em seu início, três cursos de graduação: Direito, Engenharia de Produção e Administração de Empresas. Estes cursos terão um foco direcionado para os principais elementos da cadeia produtiva do agronegócio, incluindo insumos, serviços, bens de capital, atacado e varejo. 

Trio de sócios: O empresário Chaim Zaher, Marcs Fava Neves e Roberto Fava Scare — Foto: Divulgação 

"Os cursos são certificados pelo MEC com o foco exclusivamente no agronegócio, visando formar profissionais para liderar o desenvolvimento deste setor. Quem não quiser trabalhar no agro não venha para a Harven", disse Fava Neves, no lançamento da faculdade no dia 13.

Ele explicou que a ideia de estabelecer a faculdade surgiu da necessidade de atribuir maior valor aos cursos in company e aos treinamentos oferecidos pela Markestrat, uma empresa de consultoria de negócios, educação corporativa e inteligência de mercado no setor agropecuário. A Markestrat foi fundada por ele e alguns parceiros há duas décadas.

O professor, que em 2020 apelidou Ribeirão Preto de “capital brasileira do agronegócio”, mencionou que a escolha da cidade também se fundamentou na excelente qualidade de vida, na facilidade de deslocamento e no fato de os sócios residirem no local. Ele também enfatizou a presença de diversas atividades e empresas relacionadas ao agronegócio na região.

Conforme mencionado por Fava Neves, o custo das mensalidades na Harven deverá se alinhar ao padrão de outras instituições de ensino que a inspiraram, como o Insper e a FGV, com mensalidades variando de R$ 4 mil a R$ 5 mil. A instituição planeja disponibilizar bolsas de estudo e implementar práticas de inclusão. Além dos cursos de graduação, a Harven planeja oferecer programas de pós-graduação, jornadas internacionais, educação corporativa, oportunidades de intercâmbio para estudantes e também plataformas digitais por assinatura com foco no agronegócio.

(Com informações do Globo Rural/O Globo)



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES