Turismo no Pará cresce e fecha 2023 com arrecadação de R$ 750 milhões

Mais de um milhão de turistas, entre nacionais e internacionais, escolheram explorar as maravilhas do território paraense.

Avalie a matéria:
Praça da República em Belém (PA) | Bruna Brandão

O Pará está despontando como um dos destinos turísticos mais procurados, tanto nacional quanto internacionalmente, com sua localização privilegiada na região Amazônica. Em 2023, o estado testemunhou um aumento significativo na receita do turismo, totalizando um acréscimo de impressionantes R$ 750 milhões, representando um aumento de 13% em comparação com o ano anterior.

Mais de um milhão de turistas, entre nacionais e internacionais, escolheram explorar as maravilhas do território paraense. Destes, 990 mil eram provenientes de várias regiões do Brasil, marcando um aumento de 10% em relação a 2022. Os principais estados de origem dos visitantes incluíram Amapá, Amazonas, São Paulo, Goiás, Tocantins, Maranhão, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará.

Além do influxo nacional, o Pará também viu um aumento notável no número de visitantes estrangeiros, totalizando 54 mil pessoas, o que representa um aumento de 40% em comparação com o ano anterior. Este crescimento global no turismo paraense, de 11% em relação a 2022, é um testemunho do crescente interesse internacional na região.

"O Pará já é conhecido por suas belezas naturais exuberantes, sua riqueza cultural e sua gastronomia única, que captura a essência da Amazônia. Não tenho dúvidas de que nos próximos anos, com a realização da COP 30, o estado atrairá ainda mais turistas", enfatizou o ministro do Turismo.

Entre os destinos mais populares estão a capital, Belém, bem como Soure e Salvaterra, na deslumbrante Ilha do Marajó, e Salinópolis, Santarém e Alter do Chãoconhecidos por suas praias de água doce.

O crescimento do turismo não apenas impulsionou a economia, mas também teve um impacto significativo no mercado de trabalho. Em 2023, o setor turístico foi responsável pela criação de aproximadamente 60 mil novos empregos, segundo o Governo do Estado.

Além disso, o Pará está investindo pesadamente em infraestrutura turística, com um aporte de R$ 40,5 milhões para obras em nove municípios, visando melhorar as instalações turísticas locais. Através do Novo PAC, o estado também receberá um investimento maciço de R$ 38,7 bilhões para melhorar a infraestrutura em várias áreas, incluindo transporte, saúde, educação, urbanismo, saneamento, energia e habitação, tudo contribuindo para fortalecer ainda mais a atividade turística.

O cenário de investimento e crescimento do turismo será ainda mais impulsionado pela preparação para a COP 30, que será sediada em Belém em 2025. Este importante evento internacional sobre o clima colocará o estado do Pará sob os holofotes globais, destacando sua importância para o mundo.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES