Acusado de matar o próprio primo em briga por drogas é preso em Teresina

A Polícia Militar realizava rondas na zona Norte de Teresina quando decidiu abordar alguns homens, foi quando descobriram que um deles tinha um mandado de prisão em aberto.

Avalie a matéria:
Railson Pereira de Sousa Santos e Wallef Lucas Campelo; o crime ocorreu em abril de 2022 | FOTO: Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Polícia Militar do Piauí prendeu, na madrugada deste sábado (11), Railson Pereira de Sousa Santos, conhecido como “Terrorzinho”, durante patrulhamento no Conjunto Pedro Balzi, região da Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina (PI). Contra ele havia um mandado de prisão em aberto pelo assassinato do próprio primo, Wallef Lucas Campelo, ocorrido no dia 6 de abril de 2022. 

RELEMBRE O CASO: Wallef Campelo, de 22 anos, foi executado com um disparo de arma de fogo na cabeça em um casebre no bairro Novo Horizonte, zona Sudeste da Capital. Na ocasião, a investigação apontou três envolvido: Alan Carlos da Silva (preso em 21/03/24); Herbertt Isaque Rosendo Lima (mas não foi indiciado, tendo em vista que faleceu em 10/01/24); e Railson, que estava foragido. 

ÚLTIMO ENVOLVIDO PRESO: De acordo com a Polícia Civil, o crime teria supostamente ocorrido em uma briga por drogas. Por volta das 3 horas deste sábado (11), uma equipe da Força Tática estava realizando rondas no conjunto Pedro Balzi, quando decidiram abordar alguns homens com atitudes suspeitas em um bar.

Os agentes do 8º Batalhão da Polícia Militar descobriram que um deles (Railson) tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio contra o próprio primo. Imediatamente foi cumprido o mandado e Railson Pereira de Sousa foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina. 



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES