CITER: Maior conferência de energias renováveis do Brasil tem início em Teresina

Na programação haverá painéis simultâneos de diálogos, feira de negócios de energias renováveis e espaços específicos de networking

Avalie a matéria:
Governador e palestrantes se reúnem no primeiro dia da Citer | Foto:

Começou nesta segunda-feira (03) a  CITER (Conferência Internacional de Tecnologias das Energias Renováveis). O evento, sediado no Centro de Convenções de Teresina (CCT), ocorrerá ao longo de 3 dias, com cerca de 180 palestrantes e 45 painéis simultâneos, sendo realizado nos formatos híbrido, presencial e virtual. O tema central será “As Tecnologias das Energias Renováveis no Contexto da Transição Energética Global Justa e Sustentável”. 

A CITER é uma realização do Governo do Piauí, por meio da Agência de Atração de Investimentos Estratégicos do Piauí (Investe Piauí), além de mais de 15 entidades, instituições e universidades. Na abertura desta segunda-feira (03), Victor Hugo Almeida, presidente da Investe Piauí, afirmou que é importante que todos discutam essa construção de forma participativa, democrática e plural.

"Por isso que as falas aqui são falas são plurais, este é o grande legado do CITER, principalmente como tratar este processo de desenvolvimento de forma mais inclusiva e sustentável possível. Desejo a todos que estão participando deste evento que pode acompanhar a excelente divisão, fazer conexões com a iniciativa privada, e com o setor público”, disse.

PROGRAMAÇÃO

Na ampla programação haverá painéis simultâneos de diálogos, feira de negócios de energias renováveis, espaços específicos de networking e continuidade do projeto Citer Pop, iniciado no dia 21 de maio nas escolas públicas do Piauí com a intenção de financiar o conhecimento científico sobre energias renováveis entre o público jovem. 

Serão realizadas, ainda, atividades de educação ambiental, culturais e de intervenção urbana, bem como visitas técnicas a parques eólicos. No dia 5 de junho será realizada a Conferência Estadual de Meio Ambiente do Piauí.

A coordenadora do CITER, Ana Paula Rodrigues, destacou a parceria com o governador Rafael Fonteles, para a realização do evento. Ana aproveitou também para pontuar que o evento é a maior área de energias renováveis em todo o Brasil.

“Nós estamos neste momento muito felizes de estar aqui no Piauí, e isso só foi possível pela parceria e pelo desejo do governador de debater as energias renováveis. Governador, realmente o senhor vai poder afirmar que a CITER é o maior evento de energia renovável que aconteceu no ano de 2024, e esse evento aconteceu aqui no Piauí, aqui em Teresina”, afirmou

Coordenadora Ana Paula Rodrigues fala da importância da colaboração com o governo. Foto: Ascom

PARCERIA SUSTENTÁVEL

A Citer visa fomentar o diálogo entre diversos setores da sociedade, divulgando conhecimento sobre as inovações tecnológicas mais recentes no campo das energias renováveis, com foco especial no hidrogênio verde. Além disso, busca aumentar a conscientização sobre as mudanças climáticas e a importância dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e do Acordo de Paris.

O governador do Piauí, Rafael Fonteles, destacou que o evento é uma oportunidade para discutir e debater em emergência climática. Segundo Rafael, a CITER vai deixar um legado de consciência na transição energética no estado do Piauí.

“Isso tudo foi pensado de maneira completa pra que, além da gente debater e aprofundar o debate internacional sobre as energias renováveis que aqui no Piauí, fique sobretudo um legado de conhecimento para o nosso povo, pras nossas empresas, pras nossas instituições sociais e para o nosso governo, mas sobretudo um legado de consciência do que significará a transição energética para o mundo, para o Brasil para o nordeste e para o Piauí especialmente”, ressaltou o governador.

gOVERNADOR DISCURSOU SOBRE O PRIMEIRO DIA DE CITER NA CAPITAL TERESINENSE. fOTO: ASCOM

ESTANDES

O evento conta com diversos estandes de empresas e instituições correalizadoras da CITER como PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), ICIMA (Instituto de Cooperação Internacional para o Meio Ambiente), UESPI, UFPI, IFPI, Investe Piauí, UFDPar, Seduc, Senai, Seplan, OAB Piauí, Ministério Público do Piauí, INTERPI, Semarh e entre outros.

Estudantes das redes públicas UESPI e UFPI fizeram trouxerem suas ideias ao CITER. No espaço, os alunos apresentam trabalhos voltados para as temáticas de energias renováveis e sustentabilidade. Iago Barros, estudante de Física da UESPI, demonstra um dos projetos do grupo, que tem como foco o aproveitamento da energia solar.

“Nos trouxemos um protótipo para como ter um melhor aproveitamento de energia solar. Aí aqui nesse nesse fotovoltaico eu represento a incidência de luz, quando eu movimento ele, simulando como se a terra estivesse rodando, eu vejo no multímetro uma diferença de produção de energia”, diz.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES