Concurso IBGE: remuneração de cargos disponíveis no Piauí pode chegar a R$ 11 mil

No Piauí serão ofertadas vagas para dois cargos com exigência de ensino superior

Avalie a matéria:
Concurso IBGE: remuneração de cargos disponíveis no Piauí pode chegar a R$ 11 mil | Ascom

O Governo Federal, por meio do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), lançou na última quarta-feira (10/01), em Brasília-DF, um conjunto de oito editais do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU). O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) participa do certame disponibilizando 895 vagas, trata-se do maior concurso já realizado na história do Instituto. 

Esses oito editais representam os diferentes blocos temáticos contemplados no novo processo de seleção federal, que amplia a possibilidade de escolha das vagas aos cargos efetivos ofertados por diferentes órgãos, no total são 6.640 vagas de 21 órgãos federais. O CPNU permitirá a inscrição para mais de um cargo, desde que no mesmo bloco temático, respeitando o interesse e o perfil profissional de cada candidato. 

A prova está prevista para o dia 5 de maio, e será aplicada simultaneamente em 220 cidades, localizadas em todas as Unidades da Federação. No Piauí as cidades contempladas para a realização das provas são: Bom Jesus, Corrente, Floriano, Parnaíba, Picos, São Raimundo Nonato e Teresina.  A divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será no dia 3 de junho. Os resultados finais serão anunciados em 30 de julho. Em 5 de agosto terá início a etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação. 

As vagas oferecidas pelo IBGE no CPNU estão distribuídas em sete dos oito blocos temáticos e não haverá prova de títulos para os cargos do Instituto. O Bloco 4 é o único que não apresenta postos de trabalho no IBGE. Para quem possui nível superior, os cargos e especialidades relacionados ao IBGE ficaram divididos da seguinte forma: 

• Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias: 133 vagas; 

• Bloco 2 - Tecnologia, Dados e Informação: 122 vagas; 

• Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas: 29 vagas; 

• Bloco 5 - Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: 4 vagas; 

• Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação: 32 vagas; 

• Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública: 275 vagas; 

Os aprovados poderão trabalhar em diversas localidades do território nacional, dependendo da função escolhida. Nos casos em que um cargo for oferecido em diferentes cidades e/ou estados, terá preferência de escolha do seu respectivo local de trabalho a pessoa com melhor classificação no concurso e assim sucessivamente. 

Já no Bloco 8, Nível Intermediário, foram ofertadas 300 vagas direcionadas aos candidatos com nível médio de escolaridade, reunidas separadamente em cada uma das cinco regiões do Brasil: 47 vagas no Norte; 86 no Nordeste; 40 no Centro-Oeste; 91 no Sudeste; e 36 no Sul. A opção pela(s) região(ões) desejada(s) será feita pelo candidato no momento da inscrição. A Região Nordeste oportuniza a alocação de vagas em 08 municípios do Piauí, são eles: Água Branca, Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Picos, Paulistana, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. 

Remuneração básica inicial pode chegar a R$ 11.346,59 

No Piauí serão ofertadas vagas para dois cargos com exigência de ensino superior (Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas; e Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas), cuja remuneração básica inicial é de R$ 9.252,40 (GDIBGE: 100 pontos). Além do vencimento básico, os servidores de nível superior farão jus a uma remuneração por titulação, sendo o valor inicial de R$ 474,44 para quem detenha curso de especialização, o que deixará a remuneração total em R$ 9.726,84. Para quem tenha curso de Mestrado a remuneração inicial por titulação é de R$ 948,86, o que deixará a remuneração total do cargo em R$ 10.201,26. Para quem tenha curso de Doutorado a remuneração inicial por titulação será de R$ 2.094,19, o que deixará a remuneração total do cargo em R$ 11.346,59. 

Para as funções de nível médio (Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas) a remuneração básica inicial é R$ 4.008,24. Será acrescido a esse valor uma eventual gratificação por qualificação (GQ), segundo os cursos de capacitação que o servidor venha a possuir, cujo valor inicial pode variar de R$ 442,11 a R$ 1.596,03, podendo levar a remuneração de nível médio até um total de R$ 5.604,27. 

Além disso, os servidores federais de nível superior e nível médio têm direito a benefícios como auxílio-saúde (conforme a faixa etária pode variar entre os valores de R$ 50,00 a R$ 200,00); auxílio-alimentação (R$ 658,00); auxílio pré-escolar (R$ 321,00) e auxílio-transporte. 

Taxa de inscrição e possibilidade de isenção 

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 19 de janeiro, próxima sexta-feira, até o dia 09 de fevereiro, por meio da plataforma Gov.br, que garante a correta identificação de cada cidadão que acessa os serviços digitais do governo. O candidato poderá se inscrever para disputar mais de uma vaga, dentro do mesmo bloco temático, pagando apenas uma taxa de inscrição, que será de R$ 60,00 para os cargos de nível médio, e de R$ 90,00 para os cargos de nível superior. Estão isentos desse pagamento os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico); aqueles que cursam ou cursaram faculdade pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); assim como aqueles que realizaram transplante de medula óssea.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES