Fábio Porchat coloca Niède Guidon no mesmo patamar de Santos Dumont

Em sua página no Instagram, Porchat conta que ficou impressionado com o lugar e com a história de Niède

Avalie a matéria:
Porchat sobre Niède Guidon: "Tinha que estar no patamar de Santos Dumont" | Reprodução/Instagram

O humorista Fábio Porchat, que está passando alguns dias no município de São Raimundo Nonato, sul do Piauí, para conhecer o Parque Nacional Serra da Capivara, e, na quinta-feira (24), se encontrou com a arqueóloga e fundadora do parque, Niède Guidon. Em sua página no Instagram, Porchat contou que ficou impressionado com o lugar e com a história de Niède.

"Essa mulher descobriu essas pinturas, e ela dedicou a vida dela a esse lugar. E ela transformou essa Serra da Capivara em um parque nacional, porque ela entendeu e percebeu a importância desses registros, e não só isso, ela foi atrás, ela buscou recursos, recursos fora do Brasil, a França investiu, depois o governo Fernando Henrique reconheceu a importância disso tudo, mas ela fez descobertas aqui, ela que é arqueóloga, historiadora, junto com uma equipe, ela transformou o Piauí, essa região toda. As descobertas dela aqui, demonstram que o Homo sapiens esteve presente aqui, muitos antes do que se imaginou que existia o Homo sapiens na América", disse.

Fábio Porchat na Serra da capivara - Foto: Reprodução/Instagram

O humorista foi mais além, e disse que Niède, por tudo que fez, deveria ser colocada no patamar de Santos Dumont, o pai da aviação e afirmou que ela tinha que estar entre os grandes brasileiros da humanidade.

"Essa mulher tinha que estar no patamar de Santos Dumont, porque quando a gente fala de orgulho de brasileiros, a gente deveria ter orgulho dessa mulher. Ela tinha que estar entre os grandes brasileiros da humanidade, porque ela é muito à frente do tempo, ela botava as mulheres para trabalhar, imagina, lá atrás, nos anos 70, aqui no interior do Piauí, ela botou as mulheres para trabalhar, ensinou, ela trouxe gente, capacitou pessoas para trabalhar aqui, ela dá emprego para as pessoas, ela criou uma fundação, é uma coisa assim, inacreditável, o que essa mulher fez pelo país, a gente tinha que ter uma estátua dela em tudo que é canto, é maravilhoso. Ela ficou 50 anos à frente disso tudo e hoje eu tive a oportunidade de conversar com ela", acrescentou.

Porchat disse também que qualquer país do mundo gostaria de ser o Brasil, pois aqui temos pinturas rupestres, fósseis de dinossauros e que nós só não temos o que é ruim, por exemplo, terremotos, vulcões, etc. Para finalizar, ele convidou todos a conhecerem o parque, lugar de muita infraestrutura e comida boa.

Fábio Porchat na Serra da capivara - Foto: Reprodução/Instagram

"Qualquer país do mundo, daria a vida, para ser o Brasil, ninguém tem o que a gente tem, temos até pinturas rupestres, a gente tem fóssil de dinossauro, a gente só não tem o que é ruim, vulcão, terremoto, o resto, tudo de bom a gente tem e a gente tem pessoas que veem isso, enxergam isso e lutam por isso. Eu estou muito feliz com essa viagem que fiz para a Serra da Capivara, conheci muita gente boa e venham, pesquisem, tem infraestrutura, tem comida boa, tem guias, é o terceiro parque mais preparado, tem acesso para cadeirantes, é incrível", finalizou.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES