Fonteles e Alckmin lançam projetos de hidrogênio verde em Parnaíba, nesta sexta

As obras das usinas devem iniciar no fim de 2024 e a primeira etapa está prevista para ser concluída em 2027, seguindo as etapas até 2035

Avalie a matéria:
Fonteles e Alckmin lançam projetos de hidrogênio verde em Parnaíba, nesta sexta | Reprodução

Nesta sexta-feira (15), a cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí, irá dar o pontapé inicial para se tornar a maior potência mundial na fabricação de amônia para a produção energética com hidrogênio verde. O governador Rafael Fonteles e o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, lançam a pedra fundamental de dois empreendimentos na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Piauí. A partir de um aporte de investimentos de mais de R$ 200 bilhões, a proposta é que o Piauí possa abastecer a União Europeia com energia limpa. 

Direto da ZPE, a jornalista Cinthia Lages, falou um pouco de mais um dia histórico para o Piauí, depois da inauguração do Porto Piauí. Ela disse, que esses dois projetos, fazem parte de um grande projeto global, dentro de uma perspectiva de mundo, de descarbonização.

"Um dia histórico, estamos aqui na ZPE, onde vai acontecer hoje à tarde o lançamento da pedra fundamental de dois importantes projetos de hidrogênio verde no estado do Piauí. São os primeiros projetos de hidrogênio no Brasil e envolve duas grandes empresas produtoras de energia, Green Energy Park e a Solatio, para se ter uma ideia, a Solatio possui 120 projetos na América Latina, é o maior distribuidor de energia dessa parte do mundo e no caso da Greeen, também é uma empresa gigante, que vai produzir o hidrogênio verde aqui no Piauí como parte de um grande projeto global, a empresa escolheu o Piauí para começar esse projeto, dentro dessa perspectiva do mundo, liderado pela União Europeia, de descarbonização. Sabemos que as mudanças climáticas já trazem situações que são urgentes para que sejam feitas esse processo de descarbonização e isso implica em uma transição energética", disse.

Além de Rafael Fonteles, participam do lançamento do chamado HUB de Hidrogênio Verde da ZPE os diretores-presidentes, Victor Hugo Almeida, da Investe Piauí, e Álvaro Nolleto, da ZPE.

A Green Energy Park e a Solatio, responsáveis pelos dois empreendimentos que serão lançados, vão gerar, juntas, 20 mil empregos na região. Além disso, serão mais de 20 GW de potência produzidos sem a emissão significativa de gás carbônico na atmosfera. As obras das usinas devem iniciar no fim de 2024 e a primeira etapa está prevista para ser concluída em 2027, seguindo as etapas até 2035.

Na ZPE, será instalado o Hub, que é um conjunto de empresas investidoras com interesse na pauta de hidrogênio que vão empreender esforços no sentido de atrair investimentos, estruturas, pesquisas e trocas de tecnologia. Os benefícios estão configurados justamente na rede de relações e esforços de entes internacionais em benefício do desenvolvimento econômico do Estado, que abrigará os empreendimentos e sediará o Hub dentro da ZPE.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES