Governo do Piauí lança editais de concursos públicos com 110 vagas

Cargos são para analisa previdenciário e analista governamental, com salários a partir de R$ 11,5 mil.

Avalie a matéria:
Governo do Piauí lança editais de concursos públicos com 110 vagas | Ascom

O governador Rafael Fonteles anunciou, nesta segunda-feira (3), no Palácio de Karnak, a realização de concurso público com 110 vagas, além de cadastro de reserva, para as Secretarias da Administração (Sead), do Planejamento (Seplan) e para a Fundação Piauí Previdência (PiauíPrev). Será exigido curso superior para todas as vagas, com salário inicial de R$ 11.549,35. 

O edital será publicado até o início da noite desta segunda, no Diário Oficial do Estado (DOE) e nos sites da Seplan, Sead e Fundação Carlos Chagas (FCC), esta última a responsável pelos concursos.

“São concursos públicos em áreas que vão engrandecer e melhorar bastante a administração pública do Estado do Piauí: analista previdenciário e analista governamental. Com técnicos especializados, vamos continuar avançando na boa execução das políticas públicas”, afirmou o governador.

QUADRO DE VAGAS

São 90 vagas para analista governamental, sendo 45 para a Seplan e 45 para a Sead, e as outras 20 para analista previdenciário da Fundação Piauí Previdência (PiauíPrev). Todos cargos exigem formação em curso superior.

Para analista governamental, serão quatro especialidades: gestão pública, planejamento e orçamento, infraestrutura e tecnologia da informação. Entre as formações atendidas no cargo estão arquitetura e urbanismo, engenheira de agrimensura, elétrica e civil, economia, ciências sociais e antropologia.

Governo do Piauí lança editais de concursos públicos com 110 vagas - Foto: Ascom

PROVAS

O concurso para o cargo de analista governamental terá prova objetiva, estudo de caso, prova de títulos, e um curso de formação, que é eliminatório. Já para o cargo de analista previdenciário, haverá prova objetiva e de títulos.

A primeira fase dos concursos está agendada para o dia 8 de setembro. As provas objetivas e discursivas serão realizadas em Teresina, durante dois turnos. No período da manhã para os cargos do quadro da Secretaria da Administração e para os cargos da Fundação Piauí Previdência e no período da tarde para os cargos do quadro da Secretaria do Planejamento.

INSCRIÇÕES

As inscrições ocorrerão a partir do dia 7 de junho e vão até 4 de julho, exclusivamente por meio do site da Fundação Carlos Chagas, com a taxa de inscrição no valor R$ 180. Será permitida a inscrição para mais de um cargo, desde que não coincidam os horários da prova.

O prazo de validade do concurso será de um ano sendo prorrogável uma vez, por igual período a critério da administração. “A Fundação Carlos Chagas quer entregar toda a lista dos aprovados em abril do ano que vem”, afirmou o secretário do Planejamento, Washington Bonfim.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES